Edson Vieira realiza mudanças na administração municipal em Santa Cruz do Capibaribe devido ao calendário eleitoral

A partir desta segunda-feira (06), a administração pública da gestão do prefeito Edson Vieira (PSDB), em Santa Cruz do Capibaribe vai passar por mudanças no quadro de seus secretários.


A medida atende as determinações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pede o afastamento de servidores da Administração Pública, seja direto ou indireto, inclusive das fundações mantidas pelo poder público (secretários), que vão concorrer a cargo eletivo nas eleições deste ano. O prazo final e limite de filiações determinado pela Justiça Eleitoral, é 04 de abril.


O prefeito Edson Vieira divulgou o nome dos novos secretários e suas respectivas pastas: André Bezerra vai ocupar a secretaria de Desenvolvimento Urbano, Poliana Costa a pasta de Saúde, Cristiane Souza comandará a de Governo e Desenvolvimento Social, Francisco Ricardo vai estar a frente da secretaria Extraordinária de Habitação e Serviços Públicos e Israel Moura, vai para a secretaria Executiva de Agricultura

O prefeito Edson Vieira falou sobre o efeito das mudanças. “A realização dessas mudanças é positiva, pois nosso objetivo é atender as exigências da justiça eleitoral, como também oxigenar a administração pública. Não tenho dúvidas que estes novos secretários vão dar conta do cargo ocupado, como também, a população não vai deixar de ser beneficiada com ações importantes da gestão”, destacou o prefeito.


Com Joselito Pedro Educação, Isac Aragão, Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Tenente-coronel Sena, Defesa Social, Bergue Alves Controladoria Municipal, Marcelo Diógenes, Procuradoria Municipal, Elaine Silva, Santa Cruz Prev, Ivaldeci Filho, Assessor Contábil do Município, Geraldo Moura, executivo de Comunicação, Tenente coronel Sandro Bezerra, executivo de Mobilidade Urbana, Sabbi Mauri executivo de Tributos Municipais e Klaine Melissa, executiva de Administração não houve alterações.  

 

Perfil dos Novos Secretários:

 

Secretaria Desenvolvimento Urbano: André Bezerra é Engenheiro Civil formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. É Mestre em Geotecnia pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, com ênfase na identificação e caracterização geotécnica de solos expansivos. Está na gestão desde 2013, passou pelos cargos de Assessor Técnico na Secretaria de Saúde, Secretário Executivo de Planejamento e Gestão. Seu currículo também consta que foi Coordenador de Pavimentação, Manutenção de Sistemas de Micro e Macro Drenagens do município de Jaboatão dos Guararapes.

 

Secretaria Saúde: Poliana Costa é Enfermeira Sanitarista, formada em Saúde Pública pela Universidade Estadual de Pernambuco, está na gestão desde 2013, passou pelas funções de Diretora do Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão, Vigilância Sanitária e por último estava como Secretária Executiva de Saúde. Poliana Costa já foi vereadora por dois mandatos na cidade de Vertentes.


Secretaria Governo e Desenvolvimento Social: Cristiane Souza é especialista em Gestão Pública pelo IFPE, em Direto da Criança e do Adolescente pela UFRPE e em Gestão da Política de Assistência Social. Aluna da disciplina de Políticas Públicas no Mestrado de Direitos Humanos da UFPE. Na Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social esteve como Secretária Adjunta de Desenvolvimento Social. Servidora pública, onde exerceu diferentes funções nesta secretaria, desde 2013 participou das ações da Política da Assistência Social, contribuindo com a consolidação e fortalecimento do Sistema Único da Assistência Social SUAS no município.


Secretaria Extraordinária de Habitação e Serviços Públicos: Francisco Ricardo (Francisquinho), é advogado, foi vereador por seis mandatos consecutivos, foi presidente da câmara de vereadores no biênio 2011/2012, está na gestão desde 2013, já passou pelas pastas de Planejamento, Serviços Públicos e atualmente, é Assessor Especial do Gabinete do prefeito.


Secretaria Executivo de Agricultura: Israel Moura é Professor de História pela Faculdades Integradas Norte do Paraná (Unopar), faz parte da gestão desde 2017 no cargo de coordenador da Operação Carro Pipa. Possui como experiência dois mandatos de presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Magana e Porteiras.

Taxa condominial com abatimento já está disponível no site do Moda Center

Já estão disponíveis no site do Moda Center Santa Cruz os boletos para pagamento da taxa condominial com vencimento para o dia 15 de abril. Os boletos vêm um abatimento provisório em decorrência do centro de compras estar fechado durante o enfrentamento à pandemia causada pelo novo coronavírus. Também segue mantido o desconto de pontualidade. Quem pagar após o vencimento, será beneficiado apenas com o abatimento provisório.


Desconto baseado na redução de gastos pelo fechamento do parque devido à pandemia da Covid-19


O pagamento do próximo dia 15/04 refere-se às despesas do mês de março, quando o parque realizou feiras nos dias 2 e 3 | 9 e10 | 16 e 17. É com o valor da taxa de condomínio que a administração paga todas as despesas com infraestrutura, manutenção e salário de colaboradores que atuam no centro atacadista. Com a suspensão das feiras, foi possível conceder o desconto baseado na redução dos gastos do condomínio, a exemplo do consumo de energia elétrica, água, material de limpeza, parte da segurança, entre outros. Esses fatores inviabilizam a isenção total da taxa, mesmo diante do atual cenário de crise.


“Precisamos da solidariedade de todos para que possamos manter nosso parque funcionando normalmente, principalmente quando o cenário de pandemia passar. Sabemos que a situação está difícil, porém peço a compreensão de todos neste momento”, pontuou o síndico José Gomes Filho.


Além da versão digital disponível aqui: http://modacentersantacruz.com.br/area-do-condomino, os boletos também podem ser solicitados pelos telefones (81) 3759-1007 | 3759-1015 e nos seguintes e-mails: 


financeiro@modacentersantacruz.com.br 

sac@modacentersantacruz.com.br 

cobranca@modacentersantacruz.com.br 


Para os condôminos que desejarem o boleto impresso, será montada uma estrutura de atendimento na portaria do Moda Center, a partir da próxima segunda-feira (6), das 8h às 18h.

Senado libera reuniões presenciais em igrejas

Do Congresso em Foco - Por Flávia Said 


Os senadores excluíram as organizações religiosas dos grupos que devem praticar o isolamento social durante a pandemia de covid-19. A mudança foi feita no projeto que flexibiliza as relações jurídicas durante a pandemia, aprovado nesta sexta-feira (3) pelos senadores e enviado para a Câmara dos Deputados.


No texto original, as entidades religiosas, associações, sociedades e fundações precisariam restringir a realização de reuniões e assembleias presenciais, até o prazo de 30 de outubro de 2020, conforme determinações sanitárias de autoridades locais.


O trecho foi modificado pela relatora, senadora Simone Tebet (MDB-MS), que excluiu as organizações religiosas do rol de grupos que precisam respeitar o isolamento.


“A razão foi jurídica”, disse Tebet ao Congresso em Foco. A alteração não atendeu a pedido de integrantes do governo, mas sim de senadores que apresentaram emendas alegando que a redação implicava desrespeito ao princípio da liberdade religiosa.


Os senadores entenderam que o objetivo do trecho em questão é apenas cuidar de como as pessoas jurídicas podem se reunir para deliberar sobre questões administrativas, não podendo adentrar no campo religioso.


Um dos autores do pedido de mudança, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), alegou que recebeu solicitação do segmento evangélico. “Pessoal estava preocupado com uma interpretação equivocada proibindo qualquer profissão de fé”, disse ele.


Segundo Izalci, são as autoridades sanitárias locais são as responsáveis estipular medidas para conter as aglomerações. “Você não pode impedir a profissão de fé, agora você pode, a nível municipal, recomendar, proibir ou orientar de forma de diferente”, afirmou.


O projeto


O texto aprovado é de autoria do senador Antonio Anastasia (PSD-MG), com sugestões do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli. O objetivo da matéria é evitar o colapso do sistema judiciário devido à quantidade de demandas que deverão surgir durante a pandemia do novo coronavírus.


São feitas alterações temporárias no Código Civil, no Código de Defesa do Consumidor e em outras legislações para garantir segurança jurídica no período de crise.


Entre os pontos aprovados, estão a suspensão temporária de concessão de liminar para despejo de inquilinos e a redução dos repasses que motoristas de aplicativos precisam fazer às empresas.


O projeto precisará ainda ser analisado pela Câmara antes de seguir para sanção presidencial. Caso os deputados façam alterações no texto, ele passará por uma nova rodada de votação no Senado.

Feira livre de Riacho das Almas segue suspensa por tempo indeterminado

Medida visa diminuir circulação de pessoas e aglomeração na cidade


A Prefeitura de Riacho das Almas informa que segue suspensa por tempo indeterminado a feira livre da cidade, realizada sempre às segundas-feiras. A comercialização foi cancelada desde o dia 23 de março, como medida preventiva para evitar aglomerações e cumprir os decretos estadual e municipal de isolamento social durante a pandemia do coronavírus.


O Prefeito Mário Mota explica que a decisão se estenderá até que a situação se normalize no país: “A suspensão da feira seguirá até que o coronavírus não represente mais um risco grave à população riachense. Esta é uma medida para evitar principalmente a circulação de pessoas de fora em Riacho das Almas, uma vez que aproximadamente 300 feirantes que comercializam aqui são de outras cidades da região. Nós queremos cuidar da saúde das pessoas”, ressaltou o gestor.


Para o abastecimento de alimentos na cidade, o abate de bois está sendo realizado às terças-feiras para abastecer os frigoríficos da cidade e às sextas-feiras para abastecer os frigoríficos e também o Açougue Público Municipal. Sobre o abastecimento de frutas, legumes e verduras, a Prefeitura de Riacho das Almas esclarece que as compras podem ser feitas nos 15 bancos localizados diariamente no Pátio de Eventos (com exceção das segunda-feira).


A Prefeitura ressalta ainda que as principais medidas de prevenção contra o coronavírus são higienizar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel 70% e evitar o contato social ficando em casa. O município não contabiliza nenhum caso de infecção por Covid-19 até agora. 

CDL lança desafio com designers de moda para criar máscaras de proteção

A CDL de Santa Cruz do Capibaribe lançou esta semana um desafio com designers de moda da cidade, para que os mesmos desenvolvam um modelo de máscara de proteção. A ação faz parte do processo de proteção ao coronavírus.


De acordo com o presidente da entidade, Bruno Bezerra, o desafio foi lançado e foi aceito por quatro profissionais que atuam com moda, no Polo de Confecções. “Fizemos um desafio e 4 dos melhores designers de moda de Pernambuco toparam. No começo da semana a CDL Santa Cruz estará lançando vários modelos de máscaras com croquis e modelagem para qualquer pessoa ou empresas produzir”, explica o presidente.


Em breve a CDL divulgará o resultado e os nomes dos profissionais da moda, que toparam o desafio, assim como também os modelos para serem produzidos por empresas de Santa Cruz do Capibaribe e região.

Secretaria de Ação Social tem novo Secretário a frente da pasta em Taquaritinga do Norte

A gestão da Secretaria de Ação Social, Desenvolvimento e Trabalho passou por uma transição. O Prefeito Ivanildo Mestre (Lero) nomeou José Janailson, popularmente conhecido como Dal Fercondini, como o novo Secretário da pasta em Taquaritinga do Norte. Dal passará a gerir os trabalhos da assistência social no lugar de Cínthia Dêlise Gonçalves, que se afasta do cargo, cumprindo o prazo estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para disputar uma vaga no legislativo municipal na eleição desse ano.


Agradecemos à Cínthia por sua enorme contribuição na gestão e parabenizamos seu trabalho à frente da Secretaria de Ação Social durante três anos e três meses. Uma atuação séria, comprometida com os direitos do povo e parceira das demais políticas setoriais do município, acolhendo e atendendo as demandas da população.


A continuidade dos trabalhos fica por conta de Dal, que atua há muitos anos na assistência social do município e atualmente estava como Gerente da Proteção Social Básica e Especial.

"O prefeito do Recife joga na conta dos professores os cortes que deveriam ser feitos na máquina pública", crítica Mendonça Filho

Após os professores que trabalham em regime de acumulação no Recife serem pegos de surpresa com o anúncio do corte de 50% dos salários, o ex-ministro da Educação, Mendonça Filho rebateu a atitude da Prefeitura do Recife. "O certo era o prefeito cortar os cargos comissionados, rever os contratos de publicidade, eliminar gastos com veículos alugados e  mordomias, e não jogar na conta da educação e dos professores o ajuste".


Segundo o ofício encaminhado pela Secretaria de Educação nessa quinta-feira, "serão, temporariamente, cessados, a contar de 01/04, as acumulações,  anteriormente concedidas aos profissionais efetivos", além disso, a decisão afeta também os profissionais administrativos da Educação. "Também serão suspensos os pagamentos de horas extras dos servidores administrativos", assina o secretário municipal de Educação.


Para Mendonça,  o corte que atinge os professores é reflexo da falta de prioridade dada pela gestão do PSB a Educação. "Os professores é que vão sofrer pelo desajuste da Prefeitura, isso é absurdo. A educação é vital, inclusive nesse momento, ele deveria mobilizar o segmento para ajudar a população e não penalizar a categoria. A educação do Recife não é a prioridade dessa gestão. Não teve o desenvolvimento devido. Milhares de mães cobram o funcionamento de creches". Completou.


A medida, que chocou a cidade assim como a tentativa de antecipar o IPTU 2021 foi motivo de denúncia por parte do Sindicato da categoria que alega que esse corte representa 50% do salário dos professores.

Democracia Cristã é mais um partido a declarar apoio à pré-candidatura de Raffiê

O Democracia Cristã, antigo PSDC, é mais um partido a declarar apoio à Pré-candidatura de Raffiê Dellon (PSD) à Prefeitura de Caruaru. 


As conversações já vinham sendo realizadas há alguns dias e o prego foi batido nesta sexta-feira, dia 3, em reunião do pré-candidato com o Presidente Estadual do DC, Geraldo Queirós. 


Edinho Macedo é o novo Presidente do DC em Caruaru, pessoa ligada à Raffiê: "Estamos juntos de um projeto verdadeiramente novo, Raffiê tem preparo, capacidade de debate e conhecimento de Caruaru. O Democracia Cristã agora é do Time do 55 em Caruaru". Comentou Edinho, que também agradeceu a confiança do partido a nível estadual. A coligação de Raffiê agora conta com três partidos: PSD, PV e DC.

Eduardo da Fonte propõe garantia de salário integral para professores e a suspensão de mensalidades para alunos

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP) apresentou uma emenda à MP 936/20 que garante o pagamento integral do salário dos professores da rede particular de ensino enquanto durar a crise econômica causada pelo novo coronavírus. A medida é para evitar o colapso nas contas das escolas e preservar o emprego dos professores, já que muitas famílias ficaram com o orçamento comprometido por causa da crise financeira.


De acordo com a proposta apresentada pelo parlamentar, a manutenção do salário seria possível através de crédito concedido pelo governo federal. O valor emprestado deveria ser devolvido pelas instituições de ensino em forma de prestação de serviços. Em outra frente, para amenizar o impacto financeiro aos estudantes, o deputado solicitou ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, a suspensão da cobrança das mensalidades enquanto os alunos estiverem sem aula e a proibição de reajuste no preço das mensalidades até que se encerre a crise econômica.


“Temos que proteger os empregos e os empregados. Conversei com professores e pais de família para construir essa proposta. É possível vencer a crise sem sacrificar a educação e a renda das famílias” destacou Eduardo da Fonte.

Pernambuco é o Estado mais transparente do Brasil no combate à Covid-19

Levantamento da Open Knowledge Internacional aponta que informações oficiais do Estado são acessíveis à população e têm alto nível de transparência

 

O enfrentamento ao novo coronavírus também precisa ser feito no campo da comunicação. Com esse foco, a Open Knowledge Internacional (OKBR) – organização não-governamental presente hoje em 66 países, com atuação nas áreas de transparência das gestões e abertura de dados públicos – analisou os portais oficiais dos Estados brasileiros e do governo federal para estabelecer um ranking de transparência na divulgação das informações à população sobre a pandemia da Covid-19, e Pernambuco foi o único Estado brasileiro a apresentar um resultado considerado “de alto nível de transparência”.

 

De acordo com o levantamento, 90% dos Estados não publicam dados suficientes para que a população acompanhe com detalhes a disseminação do novo coronavírus. Em primeiro lugar no ranking, Pernambuco recebeu 81, de um total de 100 pontos, adotados como critério de avaliação. Em seguida, a uma distância razoável, aparecem o Ceará na segunda posição, com 69 pontos, e o Rio de Janeiro em terceiro, com 64. Estes, porém, são citados na lista como apresentando “bom nível de transparência”. A partir da quarta colocação, a classificação cai para “médio nível”, depois “baixo” e, entre os últimos, “opaco”.

 

A avaliação levou em conta três questões essenciais: o conteúdo dos dados repassados – como idade, sexo e hospitalização de pacientes confirmados e informações sobre a infraestrutura de saúde – a granularidade, que leva em conta se os casos confirmados foram divulgados publicamente respeitando a individualidade e o anonimato dos pacientes, e o formato da divulgação, com painéis analíticos, planilhas e séries históricas de casos.

 

De acordo com Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da OKBR, é preciso reconhecer os esforços dos gestores públicos de cada Estado, uma vez que a transparência dos dados informados é fundamental para que pesquisadores e jornalistas possam ajudar os governos a monitorar a crise e mesmo contribuir com soluções.

 

“Esta avaliação busca apoiar os Estados e o governo federal na melhoria da transparência. Como o Ministério da Saúde publica dados muito agregados, e os Estados não observam os mesmos parâmetros de publicação, há muita variação entre eles, o que pode prejudicar a comparação e dificultar o planejamento da infraestrutura de saúde necessária para lidar com a crise”, afirma Fernanda Campagnucci. A avaliação da OKBR incidiu sobre os dados colhidos na manhã do dia 2 de abril, deverão ser atualizados semanalmente.

 

OPACOS – Ainda de acordo com a pesquisa, 11 dos 27 Estados e o Distrito Federal não avançaram na divulgação de informações. Estes são considerados como “opacos” em relação à Covid-19. Entre os dados não informados pelo grupo está a quantidade de testes disponíveis, além da taxa de ocupação de leitos. Nos boletins epidemiológicos divulgados, segundo a OKBR, os Estados têm feito um alerta em comum sobre as dificuldades enfrentadas junto ao Ministério da Saúde desde o dia 27 de março, quando foi modificado o sistema nacional de registro de notificações, dificultando o detalhamento de dados.