Coluna da segunda-feira - “Bivar tem sido muito correto e respeitoso com a gente, estamos confiantes com a candidatura de Miguel Coelho pelo União Brasil”, cravou o Senador, Fernando Bezerra Coelho

Publicado por Alberes Xavier em 07/02/2022 às 06:07



O Programa Cidade em Foco, através da Rede Pernambuco de Rádios entrevistou na abertura dos trabalhos legislativos nacional o Senador da República, Fernando Bezerra Coelho (MDB). O parlamentar contou que tem intensificado neste início de ano, visitas e contatos por todo Pernambuco para fortalecer o projeto de Miguel Coelho ao governo do Estado. Falou sobre o início de ano no senado federal, comentou sobre a federação partidária, aumento do valor dos combustíveis e possibilidades de Miguel Coelho não concorrer ao governo do Estado pelo União Brasil.


Fernando Bezerra Coelho falou das possibilidades de acontecer as federações políticas, onde alguns partidos estão querendo se unir, PT, PSB e PCdoB, União Brasil e MDB entre outros. Sobre o aumento dos combustíveis, o senador disse que o preço internacional do petróleo tem aumentado muito e isso afeta no valor da gasolina aqui no Brasil, contou que outro fator que aumenta o preço desse produto são as alíquotas estaduais que elevam os custos dos combustíveis no país, ainda de acordo com Fernando Bezerra, esse imposto precisa ser reavaliado para o bem dos brasileiros.


Sobre seu relacionamento com o presidente Jair Bolsonaro, Fernando Bezerra Coelho falou que depois que entregou a liderança do governo no senado federal não esteve com o presidente, se encontrou com alguns ministros como foi o caso de Paulo Guedes, mas não esteve com o presidente. Disse que continua defendendo os bons projetos para o Brasil, entende que houve muitos avanços em áreas importantes que abriram o país para o investimento privado, porém as conquistas foram encobertas por causa da pandemia.


O senador disse que está aguardando essa junção do seu partido MDB com o União Brasil, para poder se posicionar sobre o apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Está trabalhando para o MDB ir para o campo das oposições em Pernambuco e fortalecer o projeto de Miguel Coelho ao governo de do Estado. Contou que no momento, ainda há muitas indefinições políticas e isso tem atrapalhado defender uma postura a nível nacional neste instante. Lembrou que o seu partido o MDB também tem a senadora Simone Tebet, como pré-candidata à presidência da república.


Sobre Miguel Coelho ser candidato ao governo do Estado pelo MDB, Fernando Bezerra disse que a candidatura de Miguel Coelho está fechada pelo União Brasil, mesmo sabendo que o presidente nacional da legenda Luciano Bivar tem uma boa relação com o governador Paulo Câmara. o senador contou que Luciano Bivar tem tido uma atitude muito correta e respeitosa, estão confiantes com a formalização do União Brasil, o partido vai defender de 8 a 9 candidaturas em todo país e a de Miguel é uma delas. Acha que com a frustação da não formação da chapa de deputado federal pelo MDB, abre-se a possibilidade do MDB vir para o campo da oposição e apoiar Miguel Coelho a governador de Pernambuco.


Curtinhas


Mais um no páreo: Quem também está buscando espaço é o vice-prefeito da Cidade de Paulista Dido Vieira (MDB). O vice-prefeito está trabalhando e tem pavimentado sua candidatura rumo a Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE). Porém para obter sucesso, Dido Vieira está fazendo dobradinha com o deputado estadual e pré-candidato a deputado federal, Guilherme Uchoa júnior (PSC).


Danças das cadeiras: Com a real possibilidade da ida do União Brasil a Frente Popular de Pernambuco, Miguel Coelho, prefeito de Petrolina poderá disputar o cargo de governador do Estado pelo Podemos, partido do deputado federal Ricardo Teobaldo, mas tudo ainda está na base das probabilidades, o jogo está na mesa e de acordo com a estratégia de cada jogador, as mudanças estão prestes a acontecer. 


Novo caminho: A deputada estadual Clarissa Tércio (PSC) e o Pastor Júnior Tércio, caminham para a filiação ao PL de Anderson Ferreira, prefeito de Jaboatão dos Guararapes e do presidente Jair Bolsonaro. Clarissa e Júnior são Bolsonaristas no Estado e não vão participar hoje do evento de oficialização do Podemos a candidatura de Miguel Coelho, prefeito de Petrolina a governador, o entendimento dos dois serão marchar com o PL, fortalecendo a legenda em Pernambuco. 


Aposta feita: O presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que o seu partido não vai impor o candidato à Presidência da República ao MDB e que as duas legendas estabelecerão critérios para definir quem será a cabeça de chapa em uma eventual aliança entre João Doria (PSDB) e Simone Tebet (MDB). A possibilidade de MDB e PSDB fecharem uma federação na eleição desse ano é tratada como possível pela imprensa nacional.


Críticas: Em entrevista a uma emissora de rádio do Paraná, o pré-candidato do PT à presidência da república nas eleições desse ano Luiz Inácio Lula da Silva, voltou a criticar o preço dos combustíveis e a política de dividendos da Petrobras. Lula disse que não vai manter o preço da gasolina dolarizado. Disse que é importante que o acionista da Petrobras tenha lucro, mas a Dona de Casa não pode pagar seus itens mais caros por causa do aumento da gasolina.

Veja Também

Coluna da segunda-feira - “Bivar tem sido muito correto e respeitoso com a gente, estamos confiantes com a candidatura de Miguel Coelho pelo União Brasil”, cravou o Senador, Fernando Bezerra Coelho

Coluna da segunda-feira: União Brasil tenta “salvar” mandato de Luciano Bivar na Câmara dos Deputados

Exclusivo: FBC diz que acordo entre MDB, União Brasil e PSDB pode ser oficializado já na próxima semana

Coluna da quarta-feira: Miguel Coelho cala os críticos e apresenta Luciano Bivar com seu pré-candidato a presidente em Petrolina