Coluna desta quinta-feira: Meu candidato é Geraldo Júlio, mas seguirei a indicação do governador, disparou Tadeu Alencar

Publicado por Alberes Xavier em 13/01/2022 às 06:19



A rede Pernambuco de Rádios, através do programa Cidade em Foco conversou com o deputado federal Tadeu Alencar (PSB), na solenidade de posse do novo presidente do TCE-PE Ranilson Ramos. Na oportunidade, Tadeu falou sobre sua expectativa para as eleições desse ano, analisou o governo Bolsonaro, disse que defende o nome de Geraldo Júlio para ser o candidato do PSB nas eleições desse ano, porém vai seguir quem Paulo Câmara indicar, rebateu críticas da oposição ao governo do Estado e ao programa Plano Retomada. 


Sobre o governo Federal, Tadeu Alencar disse que Bolsonaro está à frente de uma administração muito abaixo das expectativas, um governo que falhou em seus deveres principais, que errou feio no enfrentamento e na gestão da pandemia. Relatou que o Brasil vive dias terríveis e que a oposição nacional tem o desafio de recolocar o país nos trilhos do desenvolvimento e varrer Bolsonaro da cena política brasileira.

  

O socialista comentou sobre as críticas da oposição ao governo Paulo Câmara, em especial ao Plano Retomada. Tadeu Alencar falou que a oposição tem total direito de criticar, só que as observações que eles fazem não estão dentro da realidade e que muitas vezes são obrigados a engolirem suas avaliações. Tadeu contou que através do Plano Retomada, o Governador está fazendo um grande programa de investimentos, com muitas obras e equipamentos públicos sendo entregas em todo Estado de Pernambuco.


Sobre a escolha do candidato da Frente Popular ao cargo do Governo do Estado, Tadeu Alencar foi sincero e direto, relatou que sua preferência é por Geraldo Júlio, ex-prefeito do Recife, para ele, Geraldo é um político competente, mostrou sua capacidade à frente da prefeitura da Capital Pernambucana e é capaz para comandar o PSB nas batalhas eleitorais desse ano, porém, declarou que não fará objeções, vai seguir o candidato que o Governador Paulo Câmara indicar.  


Curtinhas


Não pode ficar sem mandato: O prefeito de Belo Jardim Gilvandro Estrela (DEM), contou que é melhor ele ficar sem mandato que Mendonça Filho, pré-candidato a deputado federal na próxima eleição. De acordo com Gilvandro, Mendonça tem muitos serviços prestados em todo Pernambuco, será uma grande covardia se o povo não eleger novamente Mendonça deputado federal. 


Festa de Santo Amaro: O município de Taquaritinga do Norte está vivenciando a tradicional Festa de Santo Amaro. O Padre Pedro Antônio Filho da Paróquia de Santo Amaro e toda comunidade católica estão de parabéns por organizarem mais uma linda festa em homenagens a Santo Amaro, Padroeiro da Dália da Serra.


Equilíbrio: O prefeito Lero (PSB), da cidade de Taquaritinga do Norte está tendo equilíbrio para gerir seu município. O gestor tem administrado a cidade com responsabilidade e respeito ao erário público, presta um bom serviço à população, os funcionários são tratados com dignidade e a gestão possui boa avaliação popular. O Natal Serrano, cartão postal da gestão, tomou gosto popular e já faz parte do calendário natalino da região.


Diárias das discórdias: O vereador Carlinhos da Cohab (PP), denunciou que a vereadora Nega do ONG (PSD) e duas assessoras parlamentares da câmara de vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, pegaram diárias para participarem de um evento político partidário. De acordo com a denúncia do progressista, após análise jurídica das bancadas de situação e oposição, o parecer indicou uso indevido do dinheiro público. As envolvidas enviaram notas a imprensa, explicaram que já devolveram os valores utilizados aos cofres da câmara.


Climatizadas: O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Fábio Aragão (PP), utilizou suas redes sociais para comunicar a população que sua administração adquiriu 500 novos ar-condicionado, os equipamentos serão instalados nas classes das escolas da rede pública municipal. O intuito do poder executivo é tornar o ambiente escolar mais atrativo e proporcionar conforto aos estudantes e professores da Capital da Moda.


União a vista? Embora a possibilidade de uma chapa que una os ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) tenha movimentado as redes sociais nos últimos dias, a negociação enfrenta alguns entraves. Interlocutores de Marina dizem que estão esperando um gesto de Ciro para poder analisar a situação. Outro ponto é que a Rede avalia se unir ao PSOL, porém o partido de Guilherme Boulos deve apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Veja Também

Coluna: Trabalho e desenvoltura de Tadeu Alencar no Congresso Nacional fortalece seu projeto de reeleição em 2022

Coluna desta quinta-feira: Meu candidato é Geraldo Júlio, mas seguirei a indicação do governador, disparou Tadeu Alencar