Coluna: Miguel Coelho tenta expandir bases no Agreste e no Grande Recife

Publicado por Alberes Xavier em 27/11/2021 às 08:15



Na tentativa de se destacar e tornar seu nome mais conhecido entre os pernambucanos, o prefeito de Petrolina e pré-candidato a governador, Miguel Coelho (DEM), tem buscado aumentar sua base de apoio para as eleições de 2022. Somente neste final de semana, o gestor tem percorrido várias cidades do interior e deve visitar também a capital pernambucana, Recife.


Durante visita ao município de João Alfredo, o prefeito Zé Martins, que é do PSB, anunciou publicamente o seu desembarque da base do governo para apoiar a pré-candidatura do gestor sertanejo. A expectativa é que até 2022 Miguel consiga angariar apoios de, ao menos, 40 prefeitos de municípios que podem ser decisivos para as eleições.


Em conversa com o Blog do Alberes Xavier, nesta sexta-feira (26), Miguel falou que não existem tantas diferenças entre o movimento encabeçado por ele (Por Pernambuco) para o projeto liderado pela prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), com o apoio de outros nomes da oposição (Levanta Pernambuco). Para ele, as oposições, atualmente dividida em três (Bolsonaristas, grupo de Raquel e grupo de Miguel), são complementares. “Nossos movimentos representam isso: o cansaço do descaso com as pessoas e a frustração da população com essa gestão do PSB”.


A ida de Gílson para a chapa de Miguel, para disputar uma vaga no Senado Federal, parece ainda não ter sido muito bem discutida entre seus correligionários. O sanfoneiro é um dos braços fortes de Bolsonaro no governo federal e vem ganhando notoriedade e vendo seu nome crescer entre os cotados para disputar algum cargo na oposição.


Perguntado sobre a possibilidade de ter o ministro do Turismo na vaga de senador, Miguel desviou da indagação e falou que primeiro não se deve pensar em nomes, mas no projeto. Mesmo assim, não descartou a possibilidade.


Com uma pré-campanha criticada no início por se manter muito restrita ao Sertão, onde já é mais conhecido, agora o gestor expande seus horizontes com idas à Mata Sul, Agreste e Grande Recife.


Miguel Coelho no Recife  - Pré-candidato a governador de Pernambuco, Miguel Coelho (DEM), estará cumprindo agenda no Recife neste final de semana. O gestor deve visitar lideranças e ir até o Mercado da Madalena, na Zona Oeste da capital.


Carnaval no Recife - Os vereadores do Recife se articulam para criar uma Comissão Especial para discutir a retomada das festividades de rua, incluindo o Carnaval. Esta comissão, proposta pelo vereador Marco Aurélio Filho (PRTB), trataria não só do Carnaval, mas também do São João e outros grandes eventos no Recife. 


PSDB - O PSDB anunciou que serão retomadas as prévias do partido. Após problemas, o pleito retorna a partir das 8h deste sábado (27). A votação seguirá até às 17h e o resultado sobre quem será o candidato da sigla na disputa pelo Palácio do Planalto em 2022 deve sair até 20h. A votação interna foi interrompida, desde o último domingo (21), por conta de problemas no aplicativo criado exclusivamente para o processo.


Eventos liberados - O governo de Pernambuco liberou a flexibilização de público para até 7.500 pessoas em eventos no estado, mediante a comprovação da segunda dose da vacina contra o Covid-19 ou, também, a comprovação da primeira dose mais o exame de PCR.


Bom Jardim - O juiz Eleitoral Haílton Gonçalves da Silva determinou a absolvição da chapa vencedora das eleições em Bom Jardim em 2020. A candidatura foi composta por João Francisco, conhecido como Janjão (PL) e por Vânia De Miguel (PP).

Veja Também

Coluna da segunda-feira - “Bivar tem sido muito correto e respeitoso com a gente, estamos confiantes com a candidatura de Miguel Coelho pelo União Brasil”, cravou o Senador, Fernando Bezerra Coelho

Coluna da terça-feira Fernando Bezerra Coelho, um guerreiro a serviço de Miguel Coelho

Coluna: Miguel Coelho tenta expandir bases no Agreste e no Grande Recife

Coluna desta sexta-feira: Quem gosta de soltar fofoca e peruas é o povo do PSB, detonou Miguel Coelho sobre rumores de sua candidatura pelo União Brasil