GOVERNO HILÁRIO PAULO SEGUE RECUPERANDO ESTRADAS DO MUNICÍPIO

O Governo Hilário Paulo segue o ritmo acelerado de obras e ações que beneficiam a população brejense, esta semana iniciaram os trabalhos de recuperação na estrada que liga o Distrito São Domingos ao Sítio Bandeira.


As máquinas estão a todo vapor, o trabalho iniciou pelo distrito São Domingos, o patrolamento que está sendo realizado vai deixa a estrada em condições transitáveis, dando mais segurança e conforto para população que precisa se deslocar entre o distrito São Domingos e sítio Bandeira.


É importante ressaltar que essa não é a primeira vez que o serviço é realizado na estrada, a prefeitura tem feito um rodízio na recuperação das estradas da zona rural do município, por temos uma área territorial grande, as estradas vão sendo recuperadas periodicamente conforme necessidade devido às chuvas.

Alepe instala autoconvocação e mantém trabalhos em período de recesso

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) instalou, nessa segunda-feira (6), a sessão extraordinária de autoconvocação, suspendendo o recesso parlamentar do mês de julho, nesse período de pandemia do coronavírus. Através de sessões remotas, como vem ocorrendo desde março, os deputados continuarão atuando na discussão e votação de projetos de lei, relacionados principalmente a ações voltadas para à Covid-19 e recuperação da economia do Estado, além de matérias de interesse de Pernambuco.

O formato de sessão remota adotado pela Alepe revelou, inclusive, uma produtividade do Legislativo superior a do mesmo período em 2019. Foram 417 projetos com 177 aprovações, representando um aumento de mais de 90% em relação à produção do primeiro semestre do ano passado, segundo o presidente da Casa, deputado Eriberto Medeiros (PP).

Para o parlamentar, a autoconvocação é “uma resposta assertiva da Casa de Joaquim Nabuco aos anseios da sociedade no cenário de pandemia”. “Pernambuco tem experimentado uma nova dinâmica no enfrentamento à covid-19. Essa nova realidade exige dos gestores estaduais e municipais mais diálogo, responsabilidade e cooperação para enfrentar esse inimigo comum que tanto tem impactado a vida dos pernambucanos”.

Na pauta da sessão extraordinária há projetos como o que obriga o uso de máscaras por funcionários e servidores de estabelecimentos públicos, industriais, comerciais, bancários e de serviços especialmente no atendimento ao público. O texto é de autoria do deputado Claudiano Martins Filho (PP). 

O parlamentar também é autor do projeto de lei 1173/2020 que prevê a obrigatoriedade para táxis e carros de aplicativos transitarem com barreira plástica de proteção entre os assentos dianteiro e traseiro. A população, inclusive, pode opinar sobre a iniciativa na enquete disponível no site da Alepe (www.alepe.pe.gov.br)

Outro projeto que entrará em pauta nesse período de julho é o de autoria do deputado Henrique Queiroz Filho (PL), determinando que bancos, casas lotéricas, supermercados, padarias e outros estabelecimentos organizem as filas dentro das regras de espaçamento entre pessoas definidas pelas autoridades de saúde do Estado. 

Na sessão de abertura dos trabalhos em autoconvocação, nesta segunda, os líderes do governo, Isaltino Nascimento (PSB), e da oposição Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), destacaram a acertada decisão da Alepe de suspender o recesso para priorizar matérias que amenizem os danos da pandemia do coronavírus. Para ambos, o diálogo tem sido a marca dos trabalhos legislativos no enfrentamento da Covid-19.

Na sequência das atividades extraordinárias, haverá nesta terça-feira (7), às 9h30, reunião da Comissão de Justiça. Na quarta-feira (8), se reunirão os Colegiados de Meio Ambiente, Administração Pública, Finanças, Educação, Saúde e Negócios Municipais. E na quinta-feira (9), reunião plenária, às 10h, para votação de matérias.

EM POUCO TEMPO A FRENTE DA CHEFIA DA CODEVASF, AURIVALTER CORDEIRO, DEIXA SUA MARCA COM UMA GESTÃO INOVADORA

A POUCO TEMPO COMO SUPERINTENDENTE DA 3ª. SR DA CODEVASF, EM PRETROLINA-PE, O ENGENHEIRO AURIVALTER CORDEIRO, TEM SE DESTACADO COMO CHEFE DESSE IMPORTANTE ORGÃO FEDERAL. COMPETENTE, TALENTOSO E HUMILDE, AURIVALTER IMPRIMIU O RITMO FORTE, COM UMA GESTÃO PROATIVA E INOVADORA, LEVANDO A CODEVASF A TER NOVAMENTE DOS SERTANEJOS O RESPEITO E CERTEZA DE QUE TERAM AÇÕES VOLTADAS AOS BENEFÍCIOS DE TODOS.


AURIVALTER CORDEIRO, RECEBE A TODOS QUE O PROCURAM EM SEU GABINETE, SEMPRE ATENCIOSO E PRESTATIVO, E OUTRO IMPORTANTE MARCO DELE, FOI A DE SAIR DO GABINETE E OUVIR O POVO, GESTORES, E AUTORIDADES, EM CADA MUNIPICIO, QUE A COMPANHIA ATENDE, PARTICIPANDO DE REUNIÕES EM CÂMARA MUNICIPAIS E NAS ASSOCIAÇÕES RURAIS.


DONO DE UMA DELICADEZA ÚNICA, E DE UM CURRICULO QUE POUCOS POSSUEM, AURIVALTER NUNCA DEIXOU DE ATENDER AS DEMADAS DE TODOS OS PARLAMENTARES FEDERAIS DE PERNAMBUCO.

Alzheimer: Secretaria de Saúde deve disponibilizar cartilha

Orientar cuidadores e familiares é o objetivo da Lei Ordinária Nº 16.956/2020 promulgada no último sábado, 04. Baseada em projeto de lei da deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), a medida determina que a Secretaria Estadual de Saúde disponibilize gratuitamente em seu endereço eletrônico materiais educativos, como folhetos, guias ou cartilhas, sobre os cuidados que a pessoa com Alzheimer necessita. 


“A intenção do material educativo é ajudar o máximo de famílias a identificar os traços que sinalizam a doença ou sintomas da evolução da doença. Além disso, auxiliar ainda no tratamento e manejo diário das diferentes dependências que, gradualmente, instalam-se na progressão desse quadro clínico. O objetivo é oferecer sugestões práticas para que as famílias e cuidadores saibam exatamente o que fazer no dia a dia”, enfatiza a parlamentar. 


O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa e progressiva que se manifesta normalmente em pessoas idosas. Os sintomas iniciais são a deterioração cognitiva e da memória de curto prazo. Ao longo do tempo vão sendo acometidas por uma variedade de sintomas e de alterações comportamentais e psiquiátricas.


Nosso Monumental Desafio - Por Raul Henry

ARTIGO


Em um livro recente, Reviravolta, o historiador Jared Diamond analisa a trajetória de nações que superaram grandes crises. Segundo ele, o primeiro passo para essa superação é fazer uma autoavaliação honesta, sem vitimismo nem transferência de responsabilidades. Cada povo deve tomar conta do seu próprio destino. No caso do Brasil, quando fazemos essa autoavaliação, o que vemos é um passivo considerável. O país só começou a investir em educação nos últimos 25 anos e continua com um dos piores desempenhos de aprendizagem do mundo. As taxas de poupança e de investimento estão, há muito, abaixo das necessárias para o crescimento sustentado. As instituições econômicas são desestimulantes para os empreendedores e a vergonhosa desigualdade social, uma das maiores do planeta, foi naturalizada pela sociedade.


Como se não bastassem esses obstáculos estruturais, o país foi lançado na maior crise econômica da sua história, consequência da política populista batizada de “nova matriz macroeconômica”. Resultado: 14 milhões de desempregados e déficits primários continuados desde 2014, com trajetória ascendente da dívida pública, que já era muito mais elevada do que as dos outros países emergentes. Mesmo os esforços de reorientação da política econômica nos anos recentes e a reforma da previdência não foram suficientes para a retomada da confiança e do crescimento. O Estado continua pesado e deficitário, a poupança e o investimento permanecem muito baixos e o crescimento ficou estagnado em torno de 1% ao ano. Para piorar, o Presidente da República insiste em criar tensões com as instituições democráticas, maior patrimônio construído pela sociedade brasileira nos últimos 35 anos.


Nesse contexto, chegou a trágica pandemia do coronavírus. Com ela, a tempestade perfeita: crise sanitária, econômica e político-institucional. Apesar das dificuldades de compreensão da equipe econômica do governo sobre o papel do Estado, as medidas foram tomadas. O Congresso Nacional teve papel decisivo e aprimorou a maioria delas. Instituiu-se o “orçamento de guerra”, exclusivo para a pandemia; criou-se o Auxílio Emergencial; empresas foram parcialmente atendidas, para evitar o desemprego; e estados e municípios receberam recursos, para não paralisarem suas atividades básicas. Para atender a essas demandas, algumas projeções estimam que o país pode fechar o ano com um déficit próximo a um trilhão de reais e a dívida pública em torno de 100% do PIB! E mais, uma queda da atividade econômica entre 7% e 9%. Diante desses números, é imprescindível antever o monumental desafio que teremos pela frente: a necessidade de uma rede de proteção social mais robusta, para amparar os mais pobres; mais crédito para recuperação das empresas e dos empregos formais; manutenção de um mínimo de investimento público e melhoramento dos serviços básicos de educação e saúde. Ou seja, aumento de despesa. Isso em um cenário de recessão e queda de receitas. E ainda a obrigação de conter a trajetória da dívida pública, para o país não ser jogado no abismo da insolvência.


O economista Armínio Fraga estima um esforço fiscal em torno de 8% a 9% do PIB para fechar essa conta. Sua proposta tem três pontos básicos: uma rigorosa reforma do Estado, com racionalidade administrativa e corte de privilégios; uma nova reforma da previdência que a faça mais igualitária; e corte de subsídios fiscais destinados também a setores privilegiados.


Em um país marcado pelo patrimonialismo e pelo corporativismo de suas elites, não será uma tarefa fácil. A maior demonstração disso é a decisão recente do Supremo Tribunal Federal que proíbe redução de carga horária e de remuneração de servidores públicos. Enquanto os trabalhadores da iniciativa privada, que sustentam o setor público, estão passando exatamente por isso. Que bom seria se aprendêssemos com a história e nos enxergássemos como uma única e solidária nação que pretende vencer seus próprios desafios. Boa sorte, Brasil!


Raul Henry é deputado Federal pelo MDB-PE e graduado em Econômica pela Universidade Católica de Pernambuco e Mestre em Gestão Pública pela UFPE

João Paulo Costa solicita revitalização da PE-130

O deputado estadual João Paulo Costa (Avante) solicitou ao Governo de Pernambuco uma revitalização da PE-130, no trecho entre a PE-090 e a BR-04. A obra deve atender diretamente cerca de 50 mil moradores das cidades de Vertentes e Taquaritinga do Norte, no Agreste. A rodovia é responsável por encurtar o trajeto entre as cidades da região e o estado da Paraíba. 


"Estamos em constante conversa com Igor Miranda, uma importante liderança da cidade de Vertentes. Ele nos informou que as chuvas que atingiram a região deixaram o trecho bastante esburacado. Como a pista está apresentando riscos para os motoristas, estamos entrando em contato com o Governo, através da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, para informar da necessidade de um recapeamento. A revitalização é necessária para evitar acidentes e salvar vidas", declarou o parlamentar.

Deputado quer que retorno das aulas tenha testes de Covid-19 para profissionais da educação

O deputado estadual Professor Paulo Dutra protocolou na ALEPE uma indicação solicitando ao Governo do Estado a inclusão de testagem da Covid-19 em todos os profissionais da Educação no protocolo de volta às aulas. O requerimento foi enviado ao governador Paulo Câmara, ao secretário de saúde, André Longo, e ao secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio.


De acordo com o parlamentar, a realização de testes vai dar mais segurança aos professores, gestores e demais profissionais lotados nas escolas quando as aulas presenciais forem retomadas. “A Organização Mundial da Saúde (OMS), desde o início da pandemia, diz que a maioria dos pacientes infectados com o novo coronavírus, algo em torno de 80%, são assintomáticos. Os testes realizados nos professores, equipe gestora e demais profissionais da educação podem evitar que o vírus se prolifere no momento em que os estudantes retornarem para a escola. Sabemos da competência técnica da equipe do Governo de Pernambuco e da seriedade e do compromisso em garantir um retorno às aulas com segurança e com fundamentos científicos. Nossa solicitação é no sentido de contribuir com essa construção, diminuindo as incertezas que nos cercam nesses tempos", justificou o Professor Paulo Dutra.


Enquanto a comunidade escolar aguarda a divulgação de um protocolo específico de retorno, as atividades da rede estadual de educação permanecem remotas. A previsão é de que o ano letivo continue dessa forma pelo menos até o dia 31 de julho.

Escola de Santa Cruz do Capibaribe cria estrutura para abraçar alunos durante a pandemia

Quando a saudade falou mais alto durante o período de isolamento, a escola Instituto Olavo Bilac de Santa Cruz do Capibaribe criou uma maneira de amenizá-la. Nada melhor do que um abraço para acabar com a distância e aquecer os corações.


Tomando os cuidados necessários, a escola produziu uma estrutura feita com plástico transparente e cano PVC. Para ser usada, ela passou por um processo de desinfecção dos dois lados e a equipe usou luvas descartáveis para abraçar alunos e familiares. 


"Usando esse meio, fomos ao encontro de nossas crianças e suas famílias para distribuir amor através de abraços, e em troca recebemos momentos inesquecíveis, repletos de emoção e muita humanidade. Jamais esqueceremos esses momentos, agora, mais do que nunca, temos certeza, que seguiremos cada vez mais juntos, juntos pelo coração", disse a diretora Nery Mercês.


Professores, coordenadores e a gestora participaram ativamente da ação que faz parte da campanha "Juntos pelo coração" e foi realizada nas casas das famílias de alunos matriculados na instituição.

PSD solicita que Prefeitura de Caruaru discuta e apresente junto com os Professores e Pais a criação do Plano de Aulas desse Semestre

O Partido Social Democrático (PSD) de Caruaru protocolou na manhã desta segunda-feira (6), de modo virtual, um ofício solicitando a Prefeitura de Caruaru que discuta junto com os professores da Rede Municipal de Ensino a criação de um Plano de Aulas em relação a esse semestre, e que seja extensivo também aos pais dos alunos. 


"Nossa solicitação é que a Prefeitura se mexa, se movimente o quanto antes, para debater junto com os professores esse semestre de aulas, não só das escolas, mas também dos Centros Municipais de Educação Infantil. A reclamação em relação ao semestre passado foi gritante, não só dos pais, mas também dos professores que merecem esse debate conjunto", comentou Raffiê Dellon, presidente da legenda.


De acordo com Raffiê, a solicitação é fruto de uma das demandas principais do município e também de professores indignados com a forma improvisada que a Prefeitura de Caruaru tem tratado a temática da Educação no Município.

Unimed VSF promove Arraiá Solidário e faz doação de duas toneladas de alimentos

A Unimed Vale do São Francisco, cooperativa de trabalho médico, comemorou o Dia Internacional do Cooperativismo, no último sábado (4), entregando duas toneladas de alimentos para seis instituições voltadas ao trabalho comunitário voluntário de Petrolina - PE e Juazeiro - BA.

 

A ação Dia de Cooperar, fruto das arrecadações do Arraiá Solidário, começou às 11h no auditório da sede da cooperativa médica com a recepção dos representantes das entidades beneficiadas:

 

Associação de Amparo aos Portadores de Tuberculose, Aids e Hanseníase de Petrolina, Comarca - Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Petrolina, Associação Ágape, Seja Semente, em Petrolina e Cooperfix - Cooperativa de Catadores de Lixo de Juazeiro e a Casa Dom José Rodrigues, também em Juazeiro.

 

Em seguida, o presidente, Francisco Otaviano, os diretores, Francisco Aires, Gustavo Mendes e Carlos Tadeu e a representante do Núcleo de Integração Cooperativa - Nicoop, Simone Padilha, fizeram a entrega simbólica das doações.

 

Para a diretora Pedagógica da Casa Dom José Rodrigues, irmã Eugênia Cardoso, a doação é um verdadeiro 'Socorro' nestes tempos de pandemia. "Os alimentos vão chegar em boa hora para as crianças, adolescentes e as famílias acompanhadas por nossa casa que oferece aulas de reforço escolar, ballet, judô e orquestra", ressaltou.

 

De acordo com o coordenador administrativo da Associação Ágape, Gilson de Oliveira, a iniciativa da Unimed VSF será de grande benefício para 30 alunos dependentes químicos da entidade.“Estamos realizando também o projeto #Tô Blindado que atende 120 crianças do Serrote do Urubu com aulas de informática, música, educação física e recreação. Muito obrigado", agradeceu.

 

No encerramento da solenidade, onde foram observadas às medidas preventivas contra o novo coronavírus, o presidente, Francisco Otaviano, agradeceu as doações dos médicos cooperados e colaboradores da Unimed Vale do São Francisco, ressaltando que 'Atitudes simples movem o mundo', concluiu.