“É uma bancada que me dá muita honra", destaca Wolney Queiroz como novo líder do PDT na Câmara Federal

O deputado federal pernambucano Wolney Queiroz conquistou recentemente o posto de líder do PDT na Câmara dos Deputados. Wolney exerce o seu sexto mandato como deputado federal, é presidente do PDT em Pernambuco e comandará uma bancada composta por 28 deputados federais. 


Durante entrevista concedida ao radialista Alberes Xavier, o deputado falou sobre as expectativas entorno do novo desafio. "Um ano que já começa muito animado, digamos assim. A gente tem ai a incumbência de liderar a bancada do PDT, que é uma bancada hoje de 28 deputados, que tem quadros muito qualificados e que é muito bem dividida pelo Brasil todo. É uma bancada que me dá muita honra", disse. 


Wolney, que também já foi vereador na cidade de Caruaru, integra as fileiras do PDT a cerca de 30 anos e destacou, durante sua fala, que o novo espaço lhe dará ainda mais força para seguir em busca de conquistas para Pernambuco. "A gente vai seguir trabalhando do jeito que sempre fizemos. Tenho uma longa história no meu partido. O PDT é o meu único partido, coisa rara hoje em dia", afirmou. 


Aeroporto de Caruaru - Na oportunidade, o deputado ainda falou sobre as articulações para a reabertura do Aeroporto Oscar Laranjeira, na cidade de Caruaru. Para o programa Cidade em Foco, o deputado destacou que autoridades de Pernambuco, o Governo do Estado e a Agência Nacional de Aviação Civil tem se mobilizado na busca de habilitar o aeroporto para voos comerciais. "Agora tenho a impressão que com essa força tarefa mobilizada nós vamos conseguir fazer com que o aeroporto funcione e esteja habilitado ainda esse ano para voos comerciais, porque demanda a gente sabe que vai ter", disse.


Se ligue – O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Cambucá FM (104.9), Rádio Vale FM (91.7), Redentor FM (104,9), Orobó FM (105.9), Potyra FM (87,9) e pela Internet: www.filadelfiafm.net ou através do www.blogdoalberesxavier.com 

Secretaria de Desenvolvimento Agrário orienta prefeituras e organizadores a suspenderem a realização de feiras de animais

A Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco (SDA) enviou novo comunicado às prefeituras e organizadores de feiras de animais em 29 municípios pernambucanos recomendando a suspensão desses eventos. A orientação abrange os municípios de Águas Belas, Afogados da Ingazeira, Brejinho, Buíque, Cachoeirinha, Capoeiras, Caruaru, Custódia, Dormentes, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Lagoa do Carro, Limoeiro, Manari, Ouricuri, Parnamirim, Saloá, Santa Cruz, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Cruz do Capibaribe, São Bento do Una, São João, Sertânia, Surubim, Tabira, Tupanatinga e Vitória de Santo Antão.

 

A medida leva em consideração a nova determinação do Governo de Pernambuco de suspender a realização de eventos com público superior a 50 pessoas e a suspensão, pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária (Adagro), da emissão das Guias de Trânsito Animal (GTAs), assim como das multas decorrentes do não porte das GTAs.

 

O secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, esclarece que as medidas são necessárias em virtude da política de prevenção à pandemia mundial do Covid-19 adotada pelo Governo do Estado. “Pernambuco já teve, até a última terça-feira, 19 casos confirmados do novo Coronavírus, com o registro do primeiro caso de transmissão comunitária, o que motivou o governador Paulo Câmara a intensificar o rigor das medidas adotadas até agora”, explicou.

Mendonça defende que Governo e prefeituras adiem por 180 dias o pagamento de impostos de empresas e pessoas físicas por causa da crise

O presidente estadual do Democratas, Mendonça Filho, defendeu que o Governo do Estado e as prefeituras, inclusive a do Recife, adotem um programa de apoio às empresas pernambucanas e pessoas físicas adiando o pagamento de impostos por 180 dias. “Cuidar da saúde e salvar vidas é o principal. Mas, temos que nos preocupar também com a questão econômica. Muitas empresas começam a passar por dificuldade, principalmente no setor de serviço, e isso vai aumentar o desemprego”, afirmou Mendonça, ressaltando que o Brasil será atingido cada vez mais fortemente por essa pandemia. 


Mendonça lembrou que o Governo Federal anunciou uma série de medidas econômicas emergenciais e estruturantes para mitigar os efeitos do coronavírus na economia brasileira e garantir a manutenção de empregos. Serão liberados R$ 147,3 bilhões em medidas emergenciais, sendo até R$ 83,4 bilhões para a população mais vulnerável e até R$ 59,4 bilhões para manutenção de empregos. Em Pernambuco Mendonça afirmou que o Democratas vai defender na Assembleia Legislativa a proposta de adiamento do pagamento de impostos como o ICMS, o IPTU, IPVA e ISS e outros, por seis meses.  


“As pessoas, principalmente os profissionais liberais e os que vivem no mercado informal, terão perda cada vez maior, a partir dos próximos dias e meses. Uma forma de o Estado atuar para minimizar a gravidade desta situação é adotar um programa como esse para amenizar o colapso econômico de muitas empresas e a perda de emprego por milhares de pessoas”, afirmou. Mendonça ressaltou que essa crise, em escala global, exige uma atuação solidária de todos os brasileiros, para evitar que o País chega a um colapso no atendimento de saúde e na economia com fechamento de empresas e aumento do desemprego.

Feitosa pede que fundo eleitoral seja repassado imediatamente para a Saúde

Com o avanço dos casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus no Brasil, o deputado estadual por Pernambuco Alberto Feitosa está propondo que o fundo eleitoral para as eleições de 2020, no valor de R$ 2 bilhões, seja destinado imediatamente para a Saúde. O parlamentar afirma que, “não há como priorizar nada que não seja a saúde e a dignidade do povo”.


O deputado também afirma ser essencial a suspensão das eleições municipais e irá solicitar que os prazos eleitorais comecem a valer, em princípio, a partir de agosto, com a realização dos pleitos apenas em março de 2021. Tendo em vista que, segundo o Ministério da Saúde, a normalidade quanto à ação do vírus acontecerá apenas no oitavo mês do ano.


“É importante que toda a população já esteja segura, para aí sim, podermos realizar as eleições municipais. Seria insensível pensar em eleição quando o Brasil passa por um momento tão delicado”, afirmou.

Ex-prefeito Everaldo Aguiar será o nome do Podemos em Poção

Próximo ao encerramento do prazo para filiações, o Podemos terá mais uma candidatura própria em Pernambuco. Desta vez em Poção, com o ex-prefeito Everaldo Aguiar. A filiação de Everaldo aconteceu ontem (16), no Recife, no escritório do presidente da legenda no estado, o deputado federal Ricardo Teobaldo. 


Para o deputado Ricardo Teobaldo, a candidatura de Everaldo chega pra somar ao projeto do Podemos. “Everaldo já foi três vezes prefeito de Poção. Ele conhece o município e agora coloca seu nome, mais uma vez, à disposição da população. Nós e o Podemos chegamos para somar e endossar esse projeto”, destacou. 


O parlamentar ainda destacou outras candidaturas próprias da legenda no estado. “O Podemos vem construindo uma série de candidaturas próprias em diversos municípios. Além de Poção, só para citar alguns exemplos, teremos candidatos no Cabo de Santo Agostinho, Bonito, Surubim, Santa Terezinha e Itaíba. Também colocamos a pré-candidatura da delegada Patrícia Domingos a prefeitura do Recife”, ressaltou Teobaldo.

Calamidade pública não dispensa teto de gastos

Por Agência Brasil


O estado de calamidade pública a ser pedido pelo governo ao Congresso não elimina a necessidade do cumprimento do teto de gastos nem da regra de ouro, esclareceu ontem à noite o Ministério da Economia. Segundo a assessoria de imprensa da pasta, o mecanismo previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) flexibiliza apenas a meta fiscal.


Além do déficit primário, o estado de calamidade pública permite o descumprimento do limite de gastos com o funcionalismo e da trajetória da dívida pública. Esses problemas, no entanto, não ameaçam a União, que está distante das travas impostas pela LRF nos dois quesitos.


O déficit primário é o resultado negativo nas contas do governo desconsiderando o pagamento dos juros da dívida pública. Para este ano, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) originalmente estabelece que o Governo Central – Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – poderá ter meta de R$ 124,1 bilhões de déficit.


Ontem (16), o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, e o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, tinham informado que o governo mandaria um projeto de lei para alterar a meta , por causa do agravamento da crise provocada pela pandemia de coronavírus. No entanto, a aprovação pelo Congresso do estado de calamidade pública dispensaria o cumprimento da meta sem a necessidade de alteração da LDO.


Reconhecimento

Na noite desta terça-feira (17), o Palácio do Planalto informou que pedirá ao Congresso Nacional o reconhecimento do estado de calamidade pública. A medida terá efeito até 31 de dezembro, o que dispensaria a União de contingenciar (bloquear) parte do Orçamento para manter o cumprimento da meta, num cenário de queda da atividade econômica e da arrecadação decorrente da pandemia.


“O governo federal reafirma seu compromisso com as reformas estruturais necessárias para a transformação do Estado brasileiro, para manutenção do teto de gastos como âncora de um regime fiscal que assegure a confiança e os investimentos para recuperação de nossa dinâmica de crescimento sustentável”, justificou a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.


Em vigor desde o fim de 2016, o teto federal de gastos limita o crescimento das despesas federais à inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) por 20 anos, com a possibilidade de o indexador ser revisto depois de dez anos. Segundo o governo, não existe necessidade de revogar o teto de gastos porque os gastos extras para combater a Covid-19 podem ser pedidos por meio de crédito extraordinário, que estão excluídos do teto. Esse mecanismo foi pensado para permitir a execução de gastos públicos em situações emergenciais.


Instituída pelo Artigo 167 da Constituição, a regra de ouro estabelece que o governo só pode emitir títulos da dívida pública para financiar investimentos (como compra de equipamentos e obras), amortizações ou para refinanciar a própria dívida. O Orçamento deste ano permite que a União peça ao Congresso um crédito suplementar, estimado em R$ 79,9 bilhões, para que o governo emita títulos públicos para financiar gastos correntes e evitar o descumprimento da regra.

André Ferreira apoia pastor Leonardo para prefeito em Agrestina

O presidente estadual do PSC, deputado federal André Ferreira, apoiará o pastor Leonardo Silva à Prefeitura de Agrestina, município do Agreste localizado a 152 quilômetros do Recife, nas eleições de outubro. Líder da Igreja Águas do Trono, o pastor tem um forte trabalho voltado a atender a população não só no seu município, mas em outras cidades da região.


“Gosto muito de acompanhar a política. Acho fundamental a participação da sociedade, pois só por meio da política é que podemos mudar a vida das pessoas. Por isso, decide aceitar o desafio, que já conta com o importante apoio do deputado André Ferreira. Acredito que podemos transformar a realidade do nosso município”, afirmou Pastor Leonardo.


O deputado André Ferreira tem conversado com pré-candidatos de vários municípios do Estado para definir os nomes que apoiará nas eleições municipais. O partido que comanda em Pernambuco, o PSC, terá ao menos 30 candidatos a prefeito em todo o Estado e a expectativa é de triplicar o número de vereadores, que hoje somam 60.


“O pastor Leonardo tem um trabalho excelente em Agrestina e isso o credencia a disputar a prefeitura. Sei da sua capacidade e seriedade e sei que será um ótimo gestor, com uma administração moderna, que mudará a face do município”, avaliou André Ferreira.

Governo de Pernambuco anuncia medidas mais rigorosas de combate à Covid-19

Novo decreto proíbe eventos com mais de 50 pessoas e determina o fechamento do aeroporto de Fernando de Noronha, além de cinemas, teatros, museus, academias e similares

 

O governador Paulo Câmara anunciou, nesta terça-feira (17.03), um novo pacote de medidas preventivas com o objetivo de intensificar as ações de enfrentamento ao coronavírus no Estado, que contabiliza atualmente 19 casos confirmados. O novo decreto determina a suspensão de eventos com público superior a 50 pessoas, além da interrupção de operações de pouso e decolagem de aeronaves no Aeroporto de Fernando de Noronha, onde foi identificado um novo caso suspeito.

 

O secretário estadual de Saúde, André Longo, explicou que o novo paciente notificado configura um estágio comunitário, quando não se identifica a transmissão de origem. “A nossa vigilância epidemiológica e a aceleração na testagem dos exames foi fundamental para que pudéssemos detectar o mais rápido possível a situação, o que nos permitiu adotar medidas mais adequadas para a nossa realidade”, afirmou. O 19ª caso em Pernambuco é de uma mulher de 63 anos, moradora do Recife, que não tem histórico de viagem para área de transmissão da doença nem contato com paciente suspeito ou positivo.

 

Sobre a suspeita de contaminação em Fernando de Noronha, André Longo destacou que as medidas iniciais de isolamento já foram adotadas, além de reforçar que a recomendação de fechamento do aeroporto local visa resguardar os moradores da ilha. “O aeroporto será fechado a partir do próximo dia 21 para os turistas, de forma que todos eles tenham condições de voltar em voos que serão disponibilizados pelas companhias aéreas onde adquiriram suas passagens”, informou.

 

O Governo de Pernambuco determinou ainda o fechamento de teatros, museus, centros de artesanato, cinemas, academias de ginásticas e similares, evitando ao máximo as aglomerações. Outra determinação é a de que passageiros e tripulantes de voos vindos do exterior cumpram, obrigatoriamente, isolamento domiciliar ao desembarcarem no Aeroporto Internacional do Recife. Como anunciado posteriormente, a suspensão das aulas em toda a rede estadual de educação, pública e privada, inicia a partir de amanhã (18), por tempo indeterminado.

 

REUNIÃO – Antes do anúncio das novas medidas, o governador Paulo Câmara reuniu prefeitos e representantes de 58 municípios do Agreste pernambucano. O encontro serviu para dialogar sobre o cenário atual na região e atualizar os gestores das novas iniciativas de combate ao Covid-19. Anteriormente, o chefe do Executivo já havia se reunido com prefeitos da Região Metropolitana e da Zona da Mata.

Preocupada com coronavírus, Michele Collins visita igrejas para lembrar cuidados

Preocupada com coronavírus, Michele Collins visita igrejas para lembrar cuidados

Desde a última semana, a vereadora do Recife vem fazendo visitas periódicas nas comunidades evangélicas para conscientização no combate ao coronavírus.


A vereadora do Recife, Missionária Michele Collins (PP), vem intensificando suas visitas a comunidades evangélicas da Região Metropolitana do Recife para lembrar de cuidados que precisam ser feitos no combate ao coronavírus (Covid-19).


Michele lembrou de alguns cuidados que precisam ser adotados em um momento de prevenção em que todo o mundo precisa fazer sua parte e entregou panfletos informativos para que as pessoas possam se prevenir do novo vírus que assola o mundo.


Uma das novas medidas é apenas um aceno, invés do aperto de mão ou abraços, evitando contato direto entre as pessoas, na hora de dar “a paz do Senhor”. Outras medidas são o uso do álcool em gel e a higienização das mãos frequentemente, além de evitar aglomerações em locais fechados.


Em outra ação de prevenção, a vereadora decidiu cancelar dois grandes eventos religiosos que eram preparados por mais de um ano e estavam programados para este o último final de semana na capital pernambucana.


O primeiro evento denominado Cruzada Recuperando Vidas com Jesus, estava marcado para sexta-feira (13), às 19h, na Linha do Tiro e o segundo destacaria a presença de mulheres, chamado de Cruzada Mulheres de Fé, seria no sábado (14), às 17h, no Parque Dona Lindu. Ambos foram cancelados.

Foi dito da própria boca do governador, isso já é página virada”, declara Eduardo da Fonte sobre apoio do PSB a Fernando Aragão

O deputado federal Eduardo da Fonte (PP), em entrevista à o blog do Alberes  Xavier afirmou que o governador Paulo Câmara já declarou estar engajado no projeto de Fernando Aragão.


“Fernando ouviu da própria boca do governador, foi dito por ele na testemunha do vereador Carlinhos da Cohab. Eu fiquei sabendo através do governador, essa página pra mim já é virada e agora vamos terminar o Plano de Governo e conversar com a população. O governador tem palavra e estou bem tranquilo em relação a isso”, disse.


Sobre a chapa proporcional dos pré-candidatos a vereadores, o deputado frisou que tem orientado o grupo a trazer nomes que tenham condições de ir em busca do voto e formar uma bancada fortalecida visando ocupar uma das cadeiras na Casa José Vieira de Araújo.


“É importante que os pré-candidatos fiquem atentos às novas regras, já que será a primeira eleição que não haverá mais coligação, temos montado um grande grupo e vamos eleger uma bancada forte”, frisou.


Por fim o deputado exaltou as qualidades do pré-candidato Fernando Aragão. “Temos enfrentado grandes desafios nessa pré-candidatura, mas digo a Fernando que confie em Deus e que vamos sentir a vontade do povo no mês de outubro. Fernando conhece os problemas da cidade e seus anseios”, finalizou.