Claudenice Dias é a nova secretária de Educação de Santa Cruz do Capibaribe

No final da primeira semana de junho, o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, realizou uma alteração no quadro de secretários municipais, dessa vez a pasta que sofreu modificação foi a Secretaria de Educação, que teve a saída de Joselito Pedro e em seu lugar assumiu Claudenice Dias.


Joselito Pedro comandou a pasta em duas oportunidades, a primeira aconteceu em abril de 2014. Durante sua passagem foi responsável por construir seis quadras poliesportivas, uma escola, 4 creches, implantação do Centro de Educação Infantil prefeito Augustinho Rufino de Melo e a requalificação de 25 unidades de ensino do município.


Foi na gestão de Joselito Pedro que também houve uma maior oferta do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), que comparado ao período de 2012, teve um aumento de 300%, passado de 240 alunos para mais de 1 mil. Além de ter resgatado a realização de cerimônias de formatura para os alunos da Rede Municipal de Ensino.


“É muito confortável saber que fiz o meu melhor enquanto estive à frente da Secretaria. Revolucionamos a qualidade do ensino e as melhorias são fruto do nosso empenho e da importância que tem a educação para formação de cidadãos e cidadãs, e eu como professor, busquei sempre prezar pelo respeito e diálogo entre a gestão e a classe”, destacou Joselito.


Com a saída, assumiu o lugar Claudenice Dias, que já faz parte dos quadros da Secretaria e atuava como secretária executiva. Claudenice já foi secretária de Educação no ano de 2016 e tem experiência para lidar com os próximos desafios desta pasta. A nova secretária executiva passa a ser Fátima Neves.


“Para mim é motivo de orgulho ser convocada para esta missão. A educação de nossa cidade avançou muito nos últimos anos e eu fiz parte dessa história. Agora sou alçada a um cargo mais alto e me sinto pronta para contribuir com este bom momento que é nossa educação”, afirmou Claudenice Dias, que também agradeceu a confiança de Joselito Pedro e do prefeito Edson Vieira.

CASAS ADQUIRIDAS PELA FUNASA JÁ ESTÃO SENDO CONSTRUÍDAS EM TAQUARITINGA DO NORTE

As casas começaram a serem construídas e as obras estão à todo vapor. As residências trarão mais comodidade e dignidade para as famílias contempladas.


O município de Taquaritinga do Norte foi contemplado com a construção de 10 casas populares através Convênio Nº 855586/2017, firmado com a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), do Programa de Melhorias Habitacionais para o Controle da Doença de Chagas, através de articulação do Deputado Federal Ricardo Teobaldo.

 

A ação consiste na substituição de casas de taipa e outras moradias insalubres para combater o Barbeiro, inseto que causa a Doença de Chagas e contemplará 10 famílias já definidas pela FUNASA nas comunidades de Pedra Preta, Capoeira da Roça, Piranhas, Cabaços, Baraúna Furada, Paquevira e Lagoa de Farias, tendo estas casas 2 ou 3 quartos, que variam de acordo com o tamanho das famílias.

PL de Eduardo da Fonte que socorre o setor cultural é aprovado pelo Senado

O Senado aprovou o PL 1075/20 que destina R$ 3 bilhões para ajudar o setor cultural durante a crise provocada pela pandemia do coronavírus. O projeto também prevê a concessão do auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores da cultura que estão com as atividades suspensas por causa da pandemia.  


O deputado federal Eduardo da Fonte (PP), um dos autores do projeto, atendeu a uma demanda dos artistas e garantiu que parte do recurso seja destinada a produções de eventos que possam ser transmitidos pela internet e pelas redes sociais, assim, pequenos artistas também poderão, por exemplo, ter uma fonte de renda com a transmissão de lives. Para começar a valer, o texto precisa ser sancionado pelo presidente da República. 


“O setor cultural emprega mais de 5 milhões de pessoas. Nós precisamos garantir que essas famílias tenham condições de passar por essa fase tão difícil. Esse projeto é muito importante para que todos os artistas consigam viver da arte”, explicou Eduardo da Fonte.

“Quem briga com todo mundo não vai para a frente”, afirma João Campos ao lamentar atitudes de Jair Bolsonaro

O deputado federal por Pernambuco, João Campos (PSB), durante entrevista concedida ao programa Cidade em Foco, não poupou críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro pela participação em manifestações e apoio a movimentos políticos que atentam contra o Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal, pedindo a volta da Ditadura Militar no país.  


Durante sua fala, o deputado destacou que o presidente da República atenta contra a Constituição Federal ao apoiar as manifestações e apontou dois erros envolvendo a questão. "Primeiro, não pode ter aglomeração nesse momento, ai eles vão, se aglomeram, está errado. Segundo, é o que eles estão reivindicando, fechamento do Congresso, fechamento do Supremo Tribunal Federal, e requisitar uma ditadura militar”, lamentou. 


João é bisneto do ex-governador Miguel Arraes que foi um dos governadores depostos e exilados pelo Golpe de 64. "Meu bisávo passou 15 anos morando na África, exilado, porque foi deposto no Golpe de 64. A gente viu muitas famílias verem seus parentes torturados e mortos porque não podiam se manifestar. Acho que é o único país do mundo que as pessoas vão para a rua para pedir o fim da democracia”, destacou o deputado. 


Na oportunidade, o deputado pontuou que a Procuradoria Geral da República já solicitou uma investigação para averiguar a suposta participação de parlamentares nas manifestações antidemocráticas. O mesmo reiterou que espera que processos sejam abertos no Conselho de Ética da Câmara Federal. "Você pedir fechamento de Congresso, de Supremo Tribunal Federal ou de qualquer instituição democrática, é um ato inconstitucional e que merece ser repreendido”, ratificou. 


João Campos lamentou durante sua fala que o presidente da República perca tempo se envolvendo com essas questões, ao invés de trabalhar no enfrentamento da crise desencadeada pelo novo coronavírus. "O que é que o presidente tem feito? A gente tem que cobrar que ele trabalhe e não fique brigando. Em uma guerra não tem prosperidade. Quem briga com todo mundo não vai para a frente”, disse. 


João ainda relembrou a atuação política do seu pai, o ex-governador Eduardo Campos, como uma importante referência de pacificação e união e sugeriu que Jair Bolsonaro deveria se espelhar nessas atitudes. "Ele pacificou o Estado, ele juntou todo mundo, ele deixou as diferenças de lado para poder juntar. O presidente devia fazer isso e não está fazendo”, lamentou.


Se ligue – O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Cambucá FM (104.9), Rádio Vale FM (91.7), Redentor FM (104,9), Orobó FM (105.9), Potyra FM (87,9), Vertentes FM (104.9) e pela Internet: www.filadelfiafm.net ou através do https://www.facebook.com/blogdoalberesxavier/

Webinar apresenta linhas de crédito para pequenos provedores e radiodifusores

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) promoveu nesta sexta-feira (5) um webinar destinado a orientar pequenas e médias empresas de telecomunicações e radiodifusão sobre linhas de financiamento. O evento convidou um representante do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para apresentar os produtos de crédito disponíveis para os empreendedores dessas áreas.


O chefe do Departamento de Clientes e Relacionamento Institucional do BNDES, Tiago Peroba, apresentou os programas do banco voltados às MPME e as medidas emergenciais que estão sendo adotadas para ajudar as empresas em meio à crise do coronavírus. Peroba também explicou as formas de acesso aos recursos disponibilizados.


“O BNDES, além da operação direta com empresas de maior porte, tem um modelo de atuação indireto, onde você conta com uma grande rede de bancos credenciados, bancos públicos e privados, agências de fomento e bancos de desenvolvimento. Uma série de instituições que permitem a oferta dos recursos na ponta. Em junho a gente também lançou três fintechs que ofertam seus serviços no nosso canal. A ideia é trazer mais fintechs e promover uma competição saudável para facilitar o acesso ao crédito”, disse.


Segundo Peroba, uma Medida Provisória lançada essa semana vai ajudar a aumentar o crédito para pequenas empresas. “O BNDES já possuía um fundo garantidor de investimento, que agora vai ser turbinado para atuar com mais força nesse momento de crise. A Medida Provisória 975, de 1º de junho, deu o pontapé inicial. Ainda não temos informações detalhadas, mas todo o processo pode ser acompanhado no nosso site”, explicou.


Segundo o ministro Marcos Pontes, as empresas de radiodifusão e os pequenos provedores são estratégicos para o país, e o ministério tem o papel de ajudar os empreendedores desses setores. “Eu vejo um evento como esse de extrema importância para que os empresários saibam as iniciativas disponíveis. Acessem o site www.bndes.gov.br e saibam das linhas disponíveis. Os radiodifusores e provedores são estratégicos e as secretarias do ministério estão à disposição para ajudar”, pontuou.


O evento contou também com participação do secretário de Radiodifusão Wilson Wellisch e o secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes. O webinar ainda respondeu questões dos internautas sobre disponibilidade dos recursos nos bancos e limitações colocadas pelas instituições.

Bruno Covas anuncia uso da cloroquina no tratamento da covid-19

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anuncia a nova modalidade do programa Corujão da Saúde, durante entrevista à imprensa


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou hoje (8) que a Secretaria Municipal da Saúde vai incluir a cloroquina como uma das formas de tratamento para o coronavírus nos hospitais municipais. No entanto, lembrou que o uso da substância só é autorizado para pacientes internados e sob duas condições, quando houver prescrição do médico e desde que o uso seja autorizado formalmente pelo paciente ou por sua família.


“Já determinei à Secretaria de Saúde para que ela possa adquirir mais desse material. Temos hoje 6 mil cápsulas à disposição. Como cada paciente precisa de seis, já temos medicamentos para tratar mil pessoas que estejam internadas”, disse o prefeito.


“Ainda não é possível ser uma política pública porque não temos ainda pesquisas concluídas [sobre a eficiência do medicamento]. Mas havendo prescrição do médico e a concordância do paciente, a secretaria passou a integrar esse medicamento no protocolo de atendimento da covid-19”, disse Covas.


Infectologista


No domingo (7), em entrevista coletiva, o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, disse que o uso da cloroquina deve ser feito com muito cuidado, já que se trata de um medicamento com efeitos colaterais. “A cloroquina está indicada para pacientes internados, desde que prescrita pelos médicos com aceite formal assinado pelo paciente. Temos enorme experiência com a cloroquina. Ela é usada há muitos anos no tratamento da malária. É uma droga importante, mas com efeitos colaterais, não desprezíveis. Ela deve ser utilizada sob prescrição e observação médica”, disse Uip, ressaltando que sua eficiência ainda não foi comprovada cientificamente.


Também ontem (07), o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, disse que São Paulo já recebeu 200 mil comprimidos de cloroquina, que estão sendo distribuídos para uso nos hospitais públicos.

Se ligue!

Alunos prestam homenagens aos profissionais de Saúde em Santa Cruz do Capibaribe

A semana se encerra com muita emoção para os profissionais da rede municipal de saúde. Na manhã desta sexta-feira (05), professores da Escola Santo Antônio levaram para a Unidade Pronto Atendimento (UPA), e ao Hospital de Campanha, cartinhas de incentivo para os servidores que estão na linha de frente no combate ao Novo Coronavírus.


A gestora da escola, Dilma Silva levou as homenagens e entregou aos profissionais da saúde. “Que homenagem linda recebemos neste momento tão difícil para todos. Essa bela mensagem serve de motivador para continuarmos nosso trabalho de salvar vidas e vencer esta terrível pandemia”, disse Ivanilson Feitosa que atua no Hospital de Campanha, em Santa Cruz do Capibaribe.


Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que é o local de entrada dos pacientes que apresentem sintomas de síndromes virais agudas graves no município também foi visitada pelos professores da Escola Santo Antônio. Na ocasião, uma carta chamou atenção dos servidores. A aluna Sarah, do 5º Ano B que relatou a sua admiração. “Escrevi essa carta, porque admiro seu trabalho, e para lhe dar forças para continuar o seu trabalho sem perder as esperanças e sua força de vontade de curar as pessoas”.


Demir Pereira, que trabalha na unidade falou da sua surpresa e da renovação das forças para trabalhar neste período. “Fiquei muito surpreso e feliz por essa homenagem, em nome de todos profissionais que deixam suas famílias para cuidarem da vida do próximo. É como se nossas energias fossem renovadas para que a cada dia possamos nos dedicar cada vez mais”, disse Demir.

Covid-19: Pernambuco zera fila de pacientes para UTI


Após atingir pico de 300 pacientes suspeitos da Covid-19 aguardando, temporariamente, vaga de UTI no mês de maio, a rede pública de saúde de Pernambuco conseguiu zerar, neste domingo (07.06), a fila por um leito de terapia intensiva voltado para Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Neste momento, de acordo com dados da Central de Regulação de Leitos, que é responsável pelo encaminhamento de pacientes aos estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS, as solicitações ativas de pacientes com a doença têm disponibilização imediata de leito, já que a oferta é maior que a demanda. 


“É importante destacar que Pernambuco, por já possuir uma rede de saúde robusta e com uma condição de suporte respiratório diferenciado, conseguiu garantir a assistência a todos os pacientes, mesmo enquanto esperavam momentaneamente por um vaga de terapia intensiva. Todas as nossas salas vermelhas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e das emergências hospitalares contam com suporte de oxigêncio e respiradores, que inclusive foi reforçada durante os preparativos da rede para enfrentar a pandemia”, ressalta o secretário André Longo. Estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta o Estado como o oitavo mais bem equipado de respiradores pulmonares do país, mesmo antes da pandemia, com uma taxa de 28,6 respiradores por 100 mil habitantes – a melhor proporção entre os Estados do Norte e Nordeste.


Para alcançar a marca de zerar a fila de UTI, o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife realizaram, ao longo dos últimos meses, o maior esforço de abertura de leitos da história da Saúde Pública de Pernambuco. Além disso, durante o período de quarentena mais rígida, entre 16 e 31 de maio, o Estado e a capital alcançaram os maiores níveis de isolamento social do país. 


Pela gestão estadual, já foram colocados em funcionamento 1.543 leitos, distribuídos em 20 municípios, englobando todas as quatro macrorregiões de saúde de Pernambuco. Desse total, 688 são vagas em Unidades de Terapia Intensiva e 855 em enfermarias. Já a Prefeitura do Recife abriu sete hospitais de campanha e colocou para funcionar, nos últimos dias, cerca de 100 leitos, totalizando agora 864 vagas ativas, sendo 212 de UTI e 652 de enfermaria.


“Chegamos até aqui graças a maior operação política, sanitária e logística já registrada na historia da nossa Saúde pública. Em 18 de março, ao lado do prefeito Geraldo Júlio, anunciamos que iríamos abrir mil novos leitos para enfrentar a Covid-19. Hoje, somando Estado e Prefeitura da Capital já colocamos à disposição dos pernambucanos 2.407 leitos, sendo 900 de UTI e 1.507 de enfermaria. Vamos continuar reforçando nossa capacidade de atendimento para dar uma assistência digna à população”, afirmou o governador Paulo Câmara em pronunciamento neste domingo.


“Além deste grande esforço de abertura de leitos, esta marca que alcançamos hoje é fruto da decisiva colaboração dos pernambucanos, que entenderam a mensagem e adotaram um isolamento social mais rígido, além de medidas de proteção e de distanciamento social que precisam continuar sendo adotadas com a reabertura gradual das atividades a partir da próxima segunda-feira (08.06)”, destaca André Longo.


A diminuição da pressão sobre a rede de saúde é uma tendência que está sendo observada nos últimos dias pela Central de Regulação de Leitos de Pernambuco. As solicitações de internação, que chegaram a mais 2,1 mil em meados de maio, reduziram mais de 30%, e chegaram a 1,4 mil na semana passada. Essa tendência de redução vem sendo observada ao longo das duas últimas semanas. 


Também nas 15 UPAs estaduais, que são a principal porta de entrada da rede de urgência e emergência, a redução da curva epidêmica e da taxa de transmissão no Estado já está sendo sentida. Os atendimentos a pacientes com quadros respiratórios apresentaram uma queda de 60% na comparação de junho com maio deste ano, passando de 662 no dia 05 de maio para 269 em 05 de junho. 


“Mesmo com dados positivos, ainda não é momento de relaxarmos. O Governo de Pernambuco vai continuar fazendo sua parte, trabalhando para abrir novos leitos e criar as condições para que possamos prosseguir nossa caminhada rumo a uma nova normalidade. Com isso, a tendência é que possamos reduzir, ao longo dos próximos dias, a taxa de ocupação dos leitos”, finaliza André Longo. Atualmente a taxa média de ocupação dos leitos dedicados à Covid-19 está em 76%, sendo de 62% nos leitos de enfermaria e 96% nos leitos de UTI. 


O secretário adiantou, na última sexta-feira (05.06), durante coletiva de imprensa transmitida pela internet, que novos leitos de UTI serão abertos, nos próximos dias, nos hospitais de Referência Covid-19 – unidade Olinda (maternidade Brites de Albuquerque); Mestre Vitalino, em Caruaru; e Dom Moura, em Garanhuns. Além disso, ventiladores de transporte estão sendo encaminhados para reforçar as salas vermelhas dos hospitais Regional de Ouricuri, Dom Moura, além da UPA de Caruaru e UPAE de Garanhuns.

“Precisa acontecer alguma coisa em Brejo, porque ninguém aguenta mais esse povo aí não”, declara Rubinho Nunes sobre defesa das eleições ainda este ano

O pré-candidato a prefeito pelo PSB no Brejo da Madre de Deus, Rubinho Nunes, participou do programa Cidade em Foco da Rede Agreste de Rádios e comentou sobre o momento delicado de pandemia que as cidades pernambucanas tem enfrentado, principalmente no Brejo, e também pediu orações ao prefeito Hilário Paulo, que contraiu o vírus.


“Estamos bastantes preocupados com esse problema que vem afetando o mundo inteiro e aqui em Brejo está sendo diferente, pois temos muitos casos que até as cidades vizinhas não registraram tantos. Quero aproveitar e me solidarizar a família e ao prefeito Hilário, e pedir orações para que ele se recupere e possa voltar a exercer seu cargo na qual foi eleito”, disse.


Na entrevista o empresário criticou a postura do secretário de Saúde Dr. Edson Souza, que tem realizado algumas articulações visando a votação de suas contas na Câmara. “Ele deveria era pedir desculpas ao povo pelo descaso na saúde pública do Brejo. Enquanto o prefeito está doente, o secretário tá buscando reverter votações de contas rejeitadas para tentar voltar a ser prefeito e não fazer nada, como ele nunca fez. Ele não tem condições de falar em saúde na nossa cidade”, cutucou o socialista.


Sobre a realização das eleições, o pré-candidato declarou ser favorável para que ainda aconteça este ano. “Eu acredito que este ano deverá ter eleições, o Brejo precisa acontecer alguma coisa de novo, porque ninguém aguenta esse povo aí mais não”, disse.


Clodoaldo Magalhães – Rubinho Nunes confirmou que o deputado estadual Clodoaldo Magalhães será o seu parlamentar na Alepe. “Conversei com João Campos e estou satisfeito com este novo parlamentar que, apesar de não ser votado no Brejo, já é conhecedor dos anseios. E com relação a Diogo Moraes eu tentei falar com ele diante do que aconteceu no final do ano e ele nunca me falou nada também”, disse Rubinho.


Por fim, o empresário não descartou uma junção entre os liderados do grupo de oposição no Brejo da Madre de Deus com vistas às eleições deste ano. “95% dos meus amigos eram eleitores de Roberto e abraçaram nosso projeto, do mesmo jeito é o vice-prefeito Josevaldo Lopes, lá na frente acredito que iremos nos juntar e vamos trazer um projeto forte para o município”, encerrou.


Se ligue – O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Cambucá FM (104.9), Rádio Vale FM (91.7), Redentor FM (104,9), Orobó FM (105.9), Potyra FM (87,9), Vertentes FM (104.9) e pela Internet: www.filadelfiafm.net ou através do https://www.facebook.com/blogdoalberesxavier/