JUAZEIRO DO NORTE: JAILMA BARBOSA VIAJA NUMA MISSÃO DE FÉ AO “CORAÇÃO CATÓLICO DO NORDESTE”

Publicado por Alberes Xavier em 06/04/2020 às 08:47


TERRA DE MILAGRES - No cariri cearense, a jornalista e apresentadora conta os mistérios que envolvem a história de Padre Cícero Romão Batista, considerado o maior mito religioso do Nordeste brasileiro.

 

Em mais uma missão profissional e movida pela fé que alimenta os passos de milhões de brasileiros, a jornalista e apresentadora Jailma Barbosa viajou até Juazeiro do Norte, no Estado do Ceará, para contar um pouco sobre a vida e a obra de Padre Cícero Romão Batista, carinhosamente chamado de “Padim Ciço” pelos milhares de fiéis, romeiros e peregrinos que visitam, todos os anos, o “Coração Católico do Nordeste”.

 

Ao longo de uma semana, a jornalista visitou lugares, percorreu caminhos, ouviu relatos e conheceu histórias que desafiam o próprio tempo e fazem do Padre Cícero do Juazeiro o maior mito religioso do Nordeste brasileiro, inclusive, tendo realizado milagres que mesmo hoje, 86 anos após sua morte, ecoam nas terras do cariri cearense e na memória dos milhares de devotos de “Padim Ciço”.


No programa especial que será exibido neste sábado (11 de abril), os telespectadores/internautas conhecerão a famosa Romaria das Candeias, o Horto, a trilha do Santo Sepulcro, a Pedra do Pecado, a Casa Museu, igrejas e muitos outros lugares onde a história de Padre Cícero se perpetua durante anos de devoção e fé ao “Santo Milagreiro do Nordeste”.


MISSÃO DE FÉ


Com uma vasta bagagem religiosa ao longo de sua atuação profissional, Jailma Barbosa viajou (junto com sua equipe) quase 500 quilômetros de distância entre Caruaru, no Agreste pernambucano, e Juazeiro do Norte, no Cariri cearense, para contar mais uma história de devoção e fé do povo brasileiro.


PROGRAMA ESPECIAL


O programa “Roteiro da Paixão 2020 - Histórias de Fé”, apresentado pela jornalista Jailma Barbosa, vai ao ar neste sábado (11 de abril), a partir das 09h da manhã pela TV Jornal Interior. Durante a semana (06 a 10 de abril) serão exibidos cinco episódios especiais dentro do programa “O Povo Na TV” com Dilson Oliveira, a partir do meio dia.


PADIM CIÇO


Cícero Romão Batista, nasceu em 24 de março de 1844, no município de Crato (CE), e faleceu em 20 de julho de 1934 em Juazeiro do Norte (na época conhecido como Tabuleiro Grande). Foi ordenado sacerdote em 30 de novembro de 1870 e no ano seguinte, celebrou a primeira missa em Juazeiro.

Gilson Carlos deixa PSDB e se filia ao PSB em Taquaritinga do Norte

Publicado por Alberes Xavier em 06/04/2020 às 08:38


Na tarde deste sábado (04) o sub-prefeito do distrito de Pão de Açúcar em Taquaritinga do Norte, o ex-vereador Gilson Carlos se filiou ao PSB e garantiu seu apoio à reeleição do prefeito Lero. O ex-vereador estava filiado no PSDB.


Gilson Carlos foi candidato nas eleições de 2016 e obteve pelo PSDB (Partido Social da Democracia Brasileira). Gilson já foi vereador do município em 2000 e 2012. No ano de 2004 e 2008 ficou na suplência.


“Estou feliz em fazer parte de um partido com grande história, que já teve políticos como o ex-governador Eduardo Campos e o governador Paulo Câmara, e chego para buscar as melhorias que nosso povo necessita. Quero agradecer também ao PSDB pelo tempo que estive lá e desejo boa sorte aos que permaneceram”, disse Gilson.


O prefeito Lero acompanhou a filiação do ex-vereador e o parabenizou pela decisão.

Três partidos declaram apoio à pré-candidatura de Raffiê em Caruaru

Publicado por Alberes Xavier em 06/04/2020 às 08:32


O pré-candidato à Prefeitura de Caruaru pelo PSD, Raffiê Dellon, concluiu bem essa etapa do prazo das filiações partidárias. Articulou bem e conquistou o apoio do Solidariedade, do Partido Verde e do Democracia Cristã. Essas legendas juntas com o PSD já contabilizam um tempo considerável de rádio e de televisão.


Administrador e Professor Universitário, o jovem de 29 anos foi Diretor da JUCEPE (Junta Comercial de Pernambuco) em Caruaru e Diretor da 4 CIRETRAN (Circunscrição Regional de Trânsito), desempenhando uma gestão inovadora e diferenciada. Raffiê foi candidato a Vice-prefeito na última eleição de 2016 e teve um destaque positivo em suas participações nos debates.


“Construímos bem a pré-campanha, consolidamos nossa proporcional com cerca de 70 pré-candidatos, alinhamos bem o apoio dos partidos, os quais sou grato, e temos na figura do Deputado Federal André de Paula o início dessa aposta, por ter acreditado que é possível fazer diferente. Somos a Nova Política de Caruaru, com responsabilidade, conteúdo, conhecimento de cidade, capacidade de debate e 100% Ficha Limpa”. Comentou Raffiê.

Após anunciar sua ida pra base governista, o ex-vereador Zé Boim se filiou ao PP por onde disputará as eleições municipais deste ano.

Publicado por Alberes Xavier em 06/04/2020 às 08:13


O ex-vereador Zé Boim trocou o PSDB pelo PP. A filiação foi confirmada pelo próprio, através das redes sociais. O ex-parlamentar classificou a escolha como natural. “Fui PSDB, e sou liderado ex-prefeita Lucinha Pereira e agora sou PP. Tô onde Lucinha tiver", disse Zé Boim.


Na reta final de filiações partidárias a ida de Zé Boim foi dentre as filiações a que mais chamou a atenção nesse final de semana que marcou o fim das filiações daqueles que pretende se candidatar nas eleições deste ano.


O ex-vereador Zé Boim deixou o grupo político encabeçado pelo vereador José de Arimatéia (um dos grupos de oposição ao atual prefeito) e a aderiu ao grupo governista do município.

Graças a intervenção de sua líder política a ex-vice-prefeita Lucinha Pereira.


Os três anos de postura combativa na oposição ao governo municipal é coisa do passado. Com o aval de Lucinha, Zé Boim chega com moral o grupo político do prefeito Edilson Tavares (MDB).

No PP, Zé Boim medirá forças com os vereadores Derivaldo e Doutor do São João, além dos ex-vereadores Zé Neto, Fábio Florentino, entre outros. Sem falar em Edinaelson e Marli Enfermeira e outros pontênciais pré-candidatos ao legislativo municipal.


Vale lembrar que o MDB e o PP são os partidos que darão sustentação a reeleição do atual prefeito Edilson Tavares.


O também ex-vereador Fabio Araujo (Que este ano não irá disputar nenhum cargo político) também atendeu ao chamado de Lucinha Pereira e seguiu Zé Boim (Por Wendel Galdino) 

Oposição caminhará unida rumo as eleições de 2020, e o candidato a prefeito será decidido através da opinião popular (pesquisa)no município de Vertente do Lério

Publicado por Alberes Xavier em 06/04/2020 às 07:49


Cantado em versos e prosas por algumas pessoas no município do "Ouro Branco" Vertente do Lério, inclusive com propostas de apostas, afirmando-se que os opositores a gestão atual partiriam para corrida eleitoral dividos, se houvesse apostado teriam perdido o dinheiro.


Na manhã desta sexta-feira (03) de abril, representantes dos grupos oposicionistas na cidade, realizaram a primeira conversa de alimento político. O diálogo inicial se deu em terreno neutro aos três pré-candidatos a prefeito, que são eles, Daniel Almeida e Castro Neto (PT) e o empresário Dão da Lavanderia (PTB).


Após algumas horas de conversa, inclusive com foco também votado a prevenção do COVID-19. Ficou defenido que a partir de agora, não existe mais três grupos no campo da oposição, mas apenas 1 (um) com três pré-candidatos.


O principal ponto firmado na União, foi que o cabeça de chapa (prefeito) será decidido por meio de consulta popular (pesquisa). Os moradores "eleitores" do município darão a palavra final.


O pré-candidato Castro Neto, mesmo não estando presente no encontro, enviou uma mensagem aos presentes afirmando que era favorável a realização das pesquisas para que fosse apontado o candidato.


Além dos pré-candidatos a prefeito, estavam presente, a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) Nilda Santos, Inaldo Pessoa vice-presidente; Saulo Barbosa (vereador) e Hernanes Sales (Fia), que foi vereador e vice-prefeito no município e é um dos coordenadores da pré-candidatura do empresário Dão da Lavanderia.


Ao final do encontro, ficou acertado outros bate-papo, para ir se colocando o projeto político no ritimo da futura campanha. Mas não ficou dúvidas que a União é pra valer.


Breve o blog publicará os outros partidos que se somam a União. (Do Blog do Sérgio Ramos)


25% dos idosos brasileiros moram com três ou mais pessoas, diz IBGE

Publicado por Alberes Xavier em 05/04/2020 às 13:36


Idosos que moram com várias pessoas, ainda trabalham e representam grande parte da renda da família. Essas são faces da velhice que os números mostram não serem triviais diante da pandemia de coronavírus que ameaça sobretudo a eles.


Um levantamento dos dados mais recentes do IBGE sobre isso, de 2015, mostra que 25% dos brasileiros acima dos 60 anos (7 milhões de 29 milhões) vivem com outros três ou mais moradores, o que indica certo risco de contágio mesmo dentro de casa. Os demais moram com até duas pessoas (60%) ou sozinhos (15%).


As casas cheias são mais comuns entre os idosos pretos e partos, que ganham até um salário mínimo por mês e habitam o Norte ou Nordeste do país. A compilação foi feita para a Folha pelo recém criado Observatório Social da Covid-19, que reúne pesquisadores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).


O grupo decidiu estudar, entre outros assuntos, essa parcela da população que só cresce e está concentrada principalmente no Sudeste, onde a doença mais se espalhou até agora. “Nosso foco é mapear vulnerabilidades, que é a palavra central nessa epidemia. Estar na classe privilegiada é poder escolher. Se você quer morar sozinho, se quer ir para a casa de campo, se quer fazer home office. Para classes mais baixas essa escolha não existe”, diz o sociólogo Marden Campos, criador do Observatório.


É o caso do aposentado Helio Jesus de Moraes, 76, que divide o mesmo teto com uma de suas filhas, o genro e dois netos no Complexo da Penha, zona norte do Rio de Janeiro. Eles ajudaram a cuidar dele nos últimos cinco dias, quando começou a sentir sintomas de gripe.


Na quarta (1º), Helio teve falta de ar e foi levado por outra filha a uma unidade de pronto atendimento da região. Voltou para casa fazendo nebulização, mas a dificuldade para respirar não melhorou. Nesta sexta (3), ele acabou sendo internado no local, sem isolamento.


A família de Helio tem a sorte de morar em uma casa com quartos separados para o idoso, o casal e os dois netos, mas nem sempre é assim. No total, 372 mil idosos do país vivem em ambientes superlotados, com mais de três pessoas por dormitório, segundo dados de 2018.


Apesar de o número assustar, ele representa apenas 1% da terceira idade brasileira, uma parcela menor do que entre a média da população no total (6%). Os mais velhos também têm condições melhores de habitação quando se considera os barracos ou domicílios sem banheiros próprios.


Assim como Helio, muitos moram com crianças ou adolescentes, que durante a quarentena estão em casa sem aulas junto com eles. Voltando aos dados de 2015, entre os que vivem com idosos, 13% têm até 17 anos, 41% são adultos e 46% também são idosos.


Marden Campos, da UFMG, observou um fato curioso sobre isso num outro levantamento que fez. “A probabilidade de crianças de zero a três anos ficarem em casa, em vez de irem para a escola, era maior quando havia avós. E isso aumentava nas classes mais altas. Minha hipótese é que as avós de classes mais baixas ainda trabalham”, presume ele.


A questão do trabalho é outro ponto importante sob a ótica do coronavírus: 27% dos idosos ainda são economicamente ativos, percentual que sobe para 39% quando consideramos apenas os homens (que são minoria no universo da terceira idade).


As pessoas com mais de 60 anos são responsáveis por grande parte da renda do domicílio. Mensalmente, 45% delas enchem mais da metade do cofrinho da casa com o seu dinheiro. Eles também são os chefes da família em um quarto das moradias e ganham mais do que a média.


Enquanto quase metade da população brasileira recebia menos de um salário mínimo por mês em 2015 (o equivalente a R$ 946 atualizados), essa era a situação de apenas 13% dos idosos. A grande maioria deles (72%) ganhava de um a três mínimos, ou seja, até R$ 2.936.


“Esses números mostram a diversidade dos idosos. Não dá para tratá-los como uma coisa só. Eles também ajudam a criar as crianças, trabalham, são uma renda importante para a família, e alguns são muito vulneráveis”, diz Campos.


“Dado à urgência e à complexidade do problema, as políticas têm que considerar os dados. A ciência não pode ser negligenciada”, continua ele, que pretende criar junto ao grupo uma plataforma que mostre, em nível local, esse tipo de dado nacional. A intenção é disponibilizá-la a qualquer um que queira atuar ali, como empresas, prefeituras e hospitais.


Folhapress

Paulo Câmara comanda reunião com secretariado sobre Covid-19

Publicado por Alberes Xavier em 05/04/2020 às 13:31


Encontro, que reuniu parte da equipe presencialmente e parte por meio de videoconferência, discutiu as próximas ações de enfrentamento ao coronavírus

 

O governador Paulo Câmara comandou, na manhã deste domingo (05.04), uma reunião com parte da sua equipe de secretários no Palácio do Campo das Princesas e com os demais integrantes do primeiro escalão participando por videoconferência. O objetivo foi analisar o impacto da pandemia do novo coronavírus no Estado, pontuando as ações de enfrentamento implementadas e discutindo o planejamento para os próximos dias. Hoje, Pernambuco contabilizou mais 25 casos confirmados e sete mortes. Ao todo, já são 201 casos confirmados e 21 mortes registradas.

 

“Estamos estruturando nossa rede hospitalar com mil novos leitos, contratando mais de quatro mil profissionais de saúde e adotando medidas restritivas, além de iniciativas para reduzir o impacto econômico. Tudo isso para salvar o maior número de vidas possível”, frisou Paulo Câmara.

 

O governador destacou a importância do trabalho coletivo e reforçou o apelo para que a população cumpra o isolamento social. “Nossas medidas estão sendo realizadas de forma integrada, com a participação de todos os agentes públicos que podem colaborar com o enfrentamento à Covid-19. Mas precisamos também da colaboração fundamental da população. Fiquem em casa”, conclamou.

No combate ao novo Coronavírus, Polo de Confecções de Pernambuco vai produzir Equipamentos de Proteção Individual

Publicado por Alberes Xavier em 05/04/2020 às 10:48


No dia 25 de março, a deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB) protocolou um pedido no Governo do Estado para que direcionasse ao Polo de Confecções de Pernambuco a produção de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizado pelos profissionais de saúde no combate ao novo Coronavírus. 


A solicitação da parlamentar desencadeou uma série de pedidos de produção de máscaras que já passam de 1 milhão. Além de empresas do setor privado, diversas prefeituras da região e o próprio Ministério da Saúde tem sinalizado interesse em fechar parceria com as empresas do Polo. 


Para a deputada Alessandra e o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, responsável pela parceria entre o setor público e privado, a produção dos EPIs visa a manutenção dos empregos e a geração de renda para os trabalhadores do Polo.


“Considerando o impacto financeiro que o Coronavírus trouxe pra famílias de todo o país, temos buscado formas de movimentar a economia de nosso Estado e principalmente a sustentabilidade das milhares de famílias que dependem do Polo,” frisa Alessandra. “O nosso trabalho conjunto permitiu que conseguíssemos a produção desses EPIs, no intuito de tentar amenizar o impacto financeiro das pequenas e micro empresas de nossa cidade,” destaca Edson Vieira.


O pedido da deputada tucana contribui ainda para que o Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco (NTCPE) desenvolvesse um caderno técnico com protótipos de equipamentos de proteção, como batas e máscaras. A publicação conta ainda com as modelagens e os insumos necessários para a produção de cada EPI.


Indicação 3547/2020 – No dia seguinte ao pedido protocolado na Secretaria da Casa Civil do Estado, a deputada reforçou a solicitação também através da Indicação 3547/2020 publicada no Diário Oficial e direcionada ao Governo do Estado e a Secretaria de Saúde.


Foto: Edson Arruda

Secretário: momento não é de flexibilizar isolamento

Publicado por Alberes Xavier em 05/04/2020 às 07:59


O Globo - Leandro Prazeres


O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, disse que não é o momento para a flexibilização do isolamento social daqueles que podem ficar em casa imposto a cidades de pequeno e médio porte com poucos casos do novo coronavírus. A medida é estudada pelo presidente Jair Bolsonaro. Segundo Gabbardo, o Brasil ainda não estaria preparado para tomar medidas nessa direção.


— Não (é o momento). O momento está muito claro em todas as falas do ministro (Henrique Mandetta). O momento vai ser quando nós estivermos mais fortes. Quando nós tivermos conseguido trazer esses equipamentos que estamos importando, os equipamentos de proteção individual que estamos importando e distrbuir isso para os estados e municípios. Aí, sim, vai ser o momento de discutirmos essa questão — afirmou Gabbardo.


A flexibilização das medidas de isolamento nessas cidades vai na linha do que defende o presidente Jair Bolsonaro, que é contrário às medidas restritivasl imposta em diversos estados para diminuir a velocidade de propagação da epidemia do novo coronavírus. A ideia seria liberar partes do país que registrem menos casos confirmados e mortes pela doença. 


Segundo o último levantamento divulgado pelo governo, o Brasil tem 432 mortes por Covid-19 e 10.278 casos registrados.


Transição


Gabbardo disse que é necessário que o governo federal, estados e municípios discutam de forma conjunta medidas de flexibilização do isolamento social, mas somente quando o governo estiver seguro em relação à estrutura de equipamentos e pessoal para enfrentar uma eventual subida no número de casos da doença.


Relatório: Ministério diz que Brasil não tem laboratórios, médicos e equipamentos para combater Covid-19


O secretário voltou a defender as medidas de isolamento social e disse que o fato de Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal estarem em transição para o estágio de aceleração descontrolada dos casos não significa que a estratégia adotada pelos governos estaduais tenha falhado. Segundo ele, se essas medidas não tivessem sido tomadas, o cenário poderia ser ainda pior.


— Talvez, se não tivessem feito isso, seria muito pior. A gente não imagina qual seria o cenário se no Rio ou em São Paulo não tivesse sido implementado políticas de distanciamento social mais fortes como oram implementadas. Pelo contrário, podemos imaginar que teria sido muito pior — afirmou.


São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas são os estados que, segundo o Ministério da Saúde, estão na transição para estágio de "aceleração descontrolada" doença, quando as autoridades não são capazes de prever o aumento no número de casos e de mortes.


Gabbardo fez questão de dizer que nenhum deles está, neste momento, nessa fase, mas afirmou que isso pode ocorrer nas próximas semanas.


Respiradores


O secretário-executivo disse ainda que, apesar das dificuldades enfrentadas pelo governo para providenciar leitos de UTI para o enfrentamento da Covid-19, o Ministério da Saúde fechou um contrato para a compra de 15 mil respiradores mecânicos com um fornecedor da China e outros 17 mil respiradores fabricados por empresas nacionais.


Segundo Gabbardo, caso a compra se concretize, as primeiras remessas dos respiradores chineses devem começar a chegar ao Brasil em 15 dias e, a partir de então, haverá remessas semanais dos equipamentos. No caso dos respiradores produzidos no Brasil, a ideia é que eles também sejam entregue semanalmente.


Gabbardo afirmou que governo vai mudar o critério de distribuição dos respiradores adquiridos pelo governo. No início da epidemia, os equipamentos foram distribuídos com base na população de cada estado. Agora, o governo pretende enviar os equipamentos de acordo com a demanda causada pela Covid-19.


— Não vamos mais distribuir como foi feito anteriormente, num cálculo per capita para todos os estados. Vamos ficar com esses respiradores no nosso almoxarifado e vamos colocar esses respiradores onde ocorrer efetivamente a necessidade. Ele vai pra um determinado local onde o leito está sendo necessário e a capacidade instalada chegou perto do seu limite e vai ficar lá até que diminua esse volume — afirmou.

Com apoio do deputado Fernando Rodolfo, Dida de Elda disputará vaga na câmara de Vertentes

Publicado por Alberes Xavier em 04/04/2020 às 17:19


Dida de Elda anunciou oficialmente que é pré-candidato a vereador no município de Vertentes. Em 2016, ele foi candidato pelo PHS, obtendo 319 votos e ficando na 13ª posição.


Ele deve disputar uma vaga na câmara de vereadores pelo DEM, partido ao qual se filiou recentemente. A sigla encabeçará a única chapa de vereadores do grupo de situação.


Para a disputa deste ano, Dida de Elda contará com um grande reforço, ele terá o apoio do Deputado Federal Fernando Rodolfo, um dos deputados mais votados na cidade nas eleições 2018, quando Dida juntamente com outras lideranças fizeram uma grande campanha para o parlamentar.