Sicredi Vale do São Francisco disponibiliza o Pronampe a partir da próxima semana

Publicado por Alberes Xavier em 10/07/2020 às 11:28


A partir da próxima semana, o Sicredi Vale do São Francisco começa operar com o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), uma linha de crédito criada pelo Governo Federal para ajudar no enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus.

 

A boa notícia, que vai fortalecer os pequenos negócios e ajudar a manter os empregos, foi dada na noite desta quinta-feira (9) pelo superintendente da cooperativa de crédito, Albérico Pena, durante Live realizada pelo Jornal do Sertão.

 

A entrevista, conduzida pela jornalista Adriana Amâncio no Instagram, apresentou, durante uma hora, uma série de soluções desenvolvidas pelo Sicredi para auxiliar os cooperados neste momento de retomada das atividades econômicas.

 

Com clareza e objetividade, Albérico Pena falou das transações online, do crescimento das empresas virtuais e do aperfeiçoamento do atendimento digital. "O nosso cartão virtual Sicredi é um passo adiante no mercado com garantia de segurança, tranquilidade e agilidade", exemplificou, citando ainda o WhatsApp Corporativo, à disposição para realizar transações e do atendente virtual Theo que também atende o associado de forma remota".

 

Ainda durante a Live, o superintendente respondeu a vários questionamentos do público sobre o crescimento do Sicredi Vale do São Francisco nestes 20 anos de existência, comemorados na próxima quinta-feira (15). "Com sede em Petrolina - PE e agências em Juazeiro e Senhor do Bonfim, na Bahia, vamos inaugurar uma nova unidade em Petrolina depois da pandemia. Contamos hoje com 4,5 mil associados e a perspectiva de chegar a R$ 200 milhões de ativos totais até o final do ano" ressaltou.


Albérico Pena destacou ainda que a cooperativa financeira faz parte de um sistema com 1.900 agências distribuídas em 22 estados e no Distrito Federal. O Sistema Sicredi disponibiliza mais de 300 produtos e serviços financeiros para 4,5 milhões de associados em todo Brasil", concluiu. 

Ministério Público de Contas dá parecer favorável à Prefeitura de Pesqueira na compra de respiradores e não vê ilegalidade

Publicado por Alberes Xavier em 10/07/2020 às 10:29


Na tarde desta quinta-feira (09) o Ministério Público de Contas de Pernambuco, emitiu um parecer favorável à Prefeitura Municipal de Pesqueira, relacionada a aquisição de 3 respiradores que serviriam no enfrentamento à Covid-19 na cidade. De acordo com a decisão, o processo acabou sendo arquivado por não haver danos ao erário público.


Os respiradores da marca Bioex BR 2000, foi alvo de grande polêmica por não ter sido testado em humanos e que também não conseguiu junto a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).


O Ministério Público de Contas de Pernambuco entendeu que o desfazimento do contrato mediante a devolução dos respiradores e a devida restituição dos valores aos cofres públicos pela empresa contratada, a Polo Hospitalar Ltda., não causou danos ao erário público, descartando a hipótese de ilegalidade na compra dos aparelhos, e que não haveria outras medidas se não o arquivamento da questão.


Abaixo a decisão na íntegra:


“Trata-se de requisição remetida por este órgão ministerial, por conduto do Ofício TCMPCO-PPR 139/2020, de 29.05.2020, acerca da possível e irregular aquisição, pela Prefeitura de Pesqueira, de respiradores da marca Bioex, modelo BR 2000, tendo em vista que os referidos equipamentos carecem de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, além de nunca terem sido testados em humanos, recomendando sua não utilização pela municipalidade, porquanto representa um grave risco à saúde pública da população acometida pela Covid-19.


Em resposta, a Prefeitura noticiou o desfazimento do contrato, mediante devolução aos cofres públicos do valor repassado à empresa contratada: Polo Hospitalar Ltda., a teor da documentação em anexo.


Assim, entendo não haver medidas adicionais a serem efetivadas no caso vertente, razão pela qual determino o arquivamento da presente documentação na Secretaria do MPCO.


Dê-se ciência, ato contínuo, à Administração Municipal, por meio eletrônico, com cópia deste despacho.


Com isso, a Prefeitura de Pesqueira nem sua administração, sofrerá qualquer punição prevista em lei devido à quebra de contrato e a restituição dos valores aos cofres públicos municipais.

Secretária de Saúde de Taquaritinga do Norte participa do programa Cidade em Foco e comenta combate à Covid-19

Publicado por Alberes Xavier em 10/07/2020 às 10:06


A secretária de Saúde de Taquaritinga do Norte, Poliana Santana, participou do programa Cidade em Foco da Rede Agreste de Rádios e comentou sobre as ações de enfrentamento à Covid-19 no município e ressaltou o uso dos medicamentos que estão sendo prescrito pelos profissionais de saúde.


De acordo com a secretária, os testes tem sido determinante para o acompanhamento dos casos que se confirmam na cidade, e frisou que a Secretaria tem se empenhado neste combate.


“Nós provamos que nosso município existe teste suficiente porque estamos tendo a computação dos casos notificados, e esse número se dá pela testagem em massa. Sempre friso que as pessoas se mantenham no isolamento domiciliar e no 8º dia de sintomas, nossa equipe de profissionais realizam o teste rápido, porque se for feito antes desse prazo ele pode dá ‘falso negativo’”, afirmou.


Poliana Santana comemorou o fato de que poucos profissionais da saúde têm sido infectados no município. “Nós temos realizado constantemente testes em nossos profissionais de saúde que lidam diariamente com os casos e graças a Deus que os números de contaminados tem sido o mínimo possível e quem estava já voltou a atuar na área. Temos nossos protocolos municipais e estamos trabalhando arduamente neste sentido de combate o vírus”, ressaltou.


A secretária também afirmou que os médicos tem avaliado os casos e com consentimento dos pacientes, tem prescrito medicamentos, inclusive a Hidroxicloroquina.


“A gente tem distribuído o kit de medicamentos aos pacientes que contam com ivermectina, zinco, azitromicina e em casos que o paciente e o médico assinam o termo, tem sido receitado a Hidroxicloroquina, com a avaliação da condição clínica de cada paciente”, pontuou.


Encerrando sua participação, a secretária comemorou o alto número de recuperados e ressaltou a continuidade dos cuidados básicos. “Nós temos visto que os pacientes do nosso município têm sido tratados em casa, e são poucos os casos graves. Agradecemos, primeiro a Deus e segundo ao esforço que temos feito pelo cuidado da saúde dos norte-taquaritinguenses”, concluiu.


Se ligue – O programa “Cidade em Foco” vai ao ar de segunda a sexta-feira: 11:00 hs, na Rede Agreste de Rádios, composta pelas Emissoras: Rádio Filadélfia FM (104,9), Farol FM (90,5), Rádio Cambucá FM (104.9), Rádio Vale FM (91.7), Redentor FM (104,9), Orobó FM (105.9), Potyra FM (87,9), Vertentes FM (104.9) e pela Internet: www.filadelfiafm.net ou através do https://www.facebook.com/blogdoalberesxavier/

Festival de Música da Rádio MEC tem recorde de inscrições

Publicado por Alberes Xavier em 10/07/2020 às 09:55


A 12ª Edição do Festival de Música da Rádio MEC finalizou a etapa de inscrições com número recorde de participações. No total, 1.029 obras vão concorrer em nove categorias do festival. As semifinalistas já serão apresentadas ao público no dia 18 de julho, às 16h, em uma live no YouTube da TV Brasil. Após a divulgação dos semifinalistas, o público também poderá participar escolhendo seus preferidos no site da Rádio MEC.


As 1.029 obras inscritas representam um aumento de 33% em relação à edição de 2019, que contou com 687 inscrições. O Rio de Janeiro, com 532 obras, é o estado com maior número de participações, seguido por São Paulo, Minas Gerais, Brasília e Espírito Santo. A categoria mais procurada pelos artistas foi MPB, com 631 inscrições.


Live


A grande novidade desta edição é a realização de lives nas redes sociais da TV Brasil e da Rádio MEC, simultaneamente com a emissora. Serão três lives, sendo uma em julho para anunciar as semifinalistas, outra em agosto para anunciar as finalistas, e a live de setembro com o anúncio dos vencedores.


A primeira live será no dia 18 de julho, das 16h às 18h, no YouTube da TV Brasil, sob comando do jornalista Tiago Alves, que receberá quatro participantes de edições anteriores: Eduardo Camenietski (vencedor na categoria música clássica em 2019), Déborah Levy (vencedora na categoria Música Instrumental em 2018), Hamilton Catete (vencedor na categoria Música Infantil em 2018), e Raphael Gemal (finalista na categoria Música Popular em 2015 e 2019). Ao final do evento, será anunciada a lista das músicas que seguem para a próxima etapa e liberada a votação no site da Rádio MEC.


O Festival


O Festival de Música Rádio MEC 2020 busca revelar e promover gravações inéditas. A proposta é abrir espaço na programação das emissoras para cantores, compositores e instrumentistas que concorrem em nove categorias: Melhor Canção, Melhor Intérprete Vocal, Melhor Música Infantil, Melhor Intérprete de Música Infantil, Melhor Música Instrumental, Melhor Intérprete de Música Instrumental, Melhor Música Clássica, Melhor Intérprete de Música Clássica e Melhor Música pelo Voto Popular na internet.


Com processo de inscrição realizado online, uma das novidades deste ano no festival foi inclusão de Brasília. Além dos músicos dos quatro estados da Região Sudeste, os artistas do Distrito Federal foram aceitos no concurso.


A proposta de acolher os músicos da capital é uma resposta ao crescimento da audiência da Rádio MEC de Brasília (AM 800 kHz). Para não concorrer com o tradicional Festival de Música da Rádio Nacional FM de Brasília (96,1 MHz), que já contempla as categorias Canção Popular e Instrumental, os artistas do Distrito Federal estiveram aptos a se inscrever apenas nas categorias Música Clássica e Música Infantil.


Etapas


As etapas do festival contemplam o período de inscrições; a escolha, divulgação e veiculação das semifinalistas; a escolha, divulgação e veiculação das músicas finalistas com votação pela internet; e a divulgação dos vencedores.


Do total de inscrições válidas, a Comissão Julgadora selecionará 24 músicas que serão veiculadas nas emissoras no período de um mês. Na etapa seguinte, as 12 obras finalistas permanecem na programação e são disponibilizadas para votação pela Internet.


A Comissão Julgadora será formada por até cinco membros, personalidades de notório saber ou em atividade na área musical, e profissionais da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).


Os vencedores de todas as categorias serão anunciados em 27 de setembro. Os premiados serão reconhecidos com troféus e a transmissão da música na programação da Rádio MEC, de acordo com o perfil de cada emissora.


Acompanhe as datas e saiba tudo sobre o Festival

18/05 – Publicação do edital (Clique e acesse o regulamento)


18/05 a 06/07 – Período de inscrição


18/07 – Divulgação das músicas semifinalistas no site e live no YouTube TV Brasil, às 16h


27/07 a 26/08 – Período de execução das músicas semifinalistas nas emissoras


27/08 – Divulgação das músicas finalistas no site


27/08 a 27/09 – Período de execução das músicas finalistas nas emissoras


27/08 a 27/09 – Votação pela internet


27/09 – Divulgação dos vencedores


Sintonize a Rádio MEC

A Rádio MEC é um veículo de comunicação pública da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A estação é sucessora da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, pioneira na radiodifusão no Brasil, idealizada por Edgard Roquete Pinto em 1923.


Nas ondas do rádio, a emissora pública pode ser sintonizada no Rio de Janeiro em FM 99,3 MHz e AM 800 kHz. Já em Brasília, a Rádio MEC é acompanhada em AM 800 kHz.


Os ouvintes podem conferir os conteúdos da programação pelo aplicativo EBC Rádios, disponível para Android e iOS, ou também por meio do streaming no site da Rádio MEC.

João Campos se reúne com entregadores de aplicativo e acerta plano de trabalho conjunto

Publicado por Alberes Xavier em 10/07/2020 às 09:04


À Amape e o Movimento dos Entregadores Antifascistas, o deputado anunciou que entrará com projeto de lei para garantir que prefeituras regulem os serviços de entrega. Com a participação dos entregadores, será formatada uma proposta local para os municípios da RMR


O deputado federal João Campos (PSB-PE) recebeu em seu gabinete entregadores de aplicativo (iFood, Rappi, Uber Eats, entre outros) para ouvir os pleitos do segmento e confirmou apoio à luta deles. O parlamentar apresentará um projeto de lei para alterar a Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei Nº 12.587) e assegurar que municípios regulem estes serviços. “Isso foi feito da mesma forma no caso da Lei do Uber. Precisamos determinar a competência municipal para centralizar a atuação por melhores condições de trabalho para essas pessoas”, destacou João, acrescentando que, paralelamente, criará uma série de propostas que possam nortear o conjunto de municípios que compõem a Região Metropolitana do Recife (RMR), onde a demanda tende a ser maior.


“A classe está muito sofrida. Queremos ter um apoio para alinhar o interesse comum, definir algo que crie melhorias reais para os entregadores. Queremos valorização do nosso trabalho. É hora de sermos reconhecidos como heróis”, disse o presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos de Pernambuco (AMAPE), Rodrigo Lopes. Pammella Silva, uma das liderança do Movimento dos Entregadores Antifascistas, também presente na reunião, ratificou a declaração de Lopes. Junto com Galo (liderança do movimento em São Paulo), ela foi pioneira na articulação dos entregadores antifascistas em Pernambuco.


João vai trabalhar em conjunto com os entregadores com o intuito de levar uma proposta para que a prefeitura discuta com as empresas demandas como: valor mínimo para o entregador por corrida, seguros de vida e saúde, cobertura previdenciária, pontos de apoio etc. Também participaram da conversa Laleska dos Santos (Presidente da UJS do Recife), César Silva (entregador da Rappy por bicicleta), Geucimar (professor de História e entregador de aplicativo), Pedro Caldas (vice-presidente da UJS do Recife e fotógrafo), André Costa (advogado e professor de Direito) e Rodolpho Albuquerque (entregador de aplicativo por moto).


GREVE


Em 1° de julho, entregadores de aplicativos realizaram uma greve nacional por melhores condições de trabalho. A grande paralisação foi respeitada e compreendida pelo público em geral, que aplaudia os trabalhadores ao vê-los passar nas ruas.

ALEPE aprova Projeto de Lei voltado a fomento à cultura pernambucana

Publicado por Alberes Xavier em 10/07/2020 às 07:01



Aprovado nesta quinta (09/07), no Plenário da Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei nº1110/20 que busca a valorização e o fomento da Cultura Pernambucana, também prejudicada em consequência da Covid -19 e as medidas de isolamento social decorrentes da pandemia e o decreto de Calamidade Pública.


Este Projeto vai garantir que 80% das contratações para eventos culturais realizados por municípios que receberam recursos do Governo do Estado para eventos como show, teatro,feiras e eventos relacionados, sejam executadas exclusivamente com aqueles artistas que representem a expressão cultural de nosso Estado e ao longo do ano de 2021. Ou seja, eles serão prioridades e os municípios não poderão usar esses recursos para trazer artistas de fora. A finalidade é que a cultura pernambucana e nossos artistas sejam prioridade extrita. 


Atualmente, a Lei nº 14.679/12 assegura 60% das vagas destinadas para este fim. A intenção da autora do Projeto, Deputada Delegada Gleide Ângelo é alcançar uma categoria profissional também muito atingida neste momento “trata-se de uma medida compensatória para a nossa cultura e a classe artística que está sendo negativamente impactada, uma vez que ainda não há perspectivas de retorno para eventos que envolvem a cadeia produtiva de cada artista e menos ainda para eventos com aglomeração de pessoas, como show, teatro, feiras entre outros eventos”.


Ainda conforme a Lei, são consideradas expressões artísticas pernambucanas: afoxé, baião, brega, bumba meu boi, caboclinho, capoeira, cavalo marinho, ciranda, coco, forró, frevo, mangue beat, maracatu, mazurca, pastoril, reisado, repente, toré, urso e outros ritmos devidamente reconhecidos pela Fundação de Cultura do Estado de Pernambuco – FUNDARPE. “Sabemos do valor e da importância que a cultura tem para nosso povo, para nosso Estado e não poderíamos deixar que essa área fosse ainda mais prejudicada. Devemos valorizar nossos artistas”, destacou a parlamentar Gleide Ângelo.

Jarbas Vasconcelos lamenta falecimento de dona Maria do Carmo Monteiro

Publicado por Alberes Xavier em 09/07/2020 às 18:29


"D. do Carmo Monteiro exerceu com elegância e equilíbrio durante toda a sua vida, ao lado de Armando Monteiro Filho, a construção de uma família honrada e de marcante presença em segmentos da política e da economia de Pernambuco. Filha do ex-governador Agamenon Magalhães, destacou-se no trabalho social e foi referência pela forma gentil e solidária com que se relacionava com todos. 


Deixo consignado sentimentos aos seus filhos, Eduardo, Maria Letícia, Horácio e Armando Neto, que souberam estender as virtudes que receberam dos pais ao cotidiano de suas próprias vidas". 


Senador Jarbas Vasconcelos

Jogos de futebol, sem público, liberados a partir do dia 19. Serviços de alimentação e academias de ginástica reabrem no dia 20

Publicado por Alberes Xavier em 09/07/2020 às 17:55


Atividades fazem parte da etapa seis do Plano de Convivência com a Covid-19


O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19, após avaliação dos dados de saúde, liberou a realização, sem público, de jogos de futebol em todo o estado a partir do dia 19 deste mês. No dia 20, ficará liberado o funcionamento de serviços de alimentação, com horário reduzido, permanecendo fechados das 20h às 06h, e academias de ginástica, com novos protocolos, na Macrorregião de Saúde I. A medida alcança os municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) e Matas Norte e Sul.


Em acordo firmado com a Federação Pernambucana de Futebol (FPF), ficou definido que as duas partidas finais do Campeonato Estadual serão realizadas na Arena de Pernambuco. 


A partir da próxima segunda-feira (13), a Macrorregião de Saúde II, que engloba os municípios do Agreste, que estavam na Etapa 2 do Plano de Convivência com a Covid-19, avançam para a Etapa 4. O que permitirá o funcionamento das lojas de varejo de rua, os salões de beleza e estética, comércio de veículos, incluindo serviço de aluguel e vistoria, com 50% da carga, construção civil com 100% do efetivo e shoppings centers com atendimento presencial. 


As cidades das Macrorregiões III e IV, que compreendem o Sertão pernambucano, permanecem ainda nesta mesma fase. Os dados de saúde desses municípios, no momento, não permitem o avanço dessa região no Plano. 


A avaliação feita pelo Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 de Pernambuco é contínua e leva em consideração indicadores de saúde, como o número de casos registrados, de óbitos, pressão sobre a rede hospitalar, entre outros fatores que contribuem para o planejamento de combate à pandemia. Essa análise permitirá, caso necessário, a implantação de medidas restritivas específicas e a possibilidade de recuo das regiões na retomada das atividades econômicas.

Lessa solicita retomada da economia no Agreste

Publicado por Alberes Xavier em 09/07/2020 às 17:27


Atento ao cenário econômico de Caruaru e do Agreste, o deputado estadual Delegado Lessa vem defendendo a retomada responsável das atividades econômicas na região. Durante a semana, o deputado foi procurado pelo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic), Luverson Ferreira, constatando a insustentabilidade dos negócios por causa da paralisação das atividades por mais de três meses.


Comprometido em unir forças e minimizar os problemas nos setores da indústria, comércio e serviços, o deputado Lessa ressaltou a situação de Caruaru e do Agreste em reunião com o governador, na manhã desta quinta-feira (09). “Gostaria que houvesse mais sensibilidade com o setor produtivo, no que diz respeito à liberação das atividades e aos alvarás de funcionamento, por exemplo”, salientou o parlamentar, durante a reunião do Pacto Pela Vida, ocorrida virtualmente.


Com o pronunciamento, Lessa faz coro para que a região passe para a Etapa 04 do Plano de Convivência, haja vista um aumento preocupante do número de desempregados e o fechamento de lojas e empresas, devido às medidas restritivas que estão sendo adotadas. Apresentado no dia 1º de junho, o Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19 do Governo de Pernambuco é formado por 11 etapas e prevê a retomada gradual de 32 setores da economia do estado. Enquanto a Região Metropolitana do Recife está na Etapa 05, Caruaru ainda está na Etapa 02. 

DIOGO MORAES LAMENTA MORTE DE DONA MARIA DO CARMO MONTEIRO

Publicado por Alberes Xavier em 09/07/2020 às 17:15


Nota de Pesar – Deputado Diogo Moraes lamenta falecimento de Maria do Carmo Monteiro


Pernambuco perdeu uma mulher de fibra, humana, defensora das causas sociais. Faleceu na manhã de hoje, Maria do Carmo Monteiro, aos 94 anos, mãe do ex-ministro Armando Monteiro Neto (PTB) e do empresário Eduardo Monteiro. Popularmente conhecida como Do Carmo, ela era filha do ex-governador Agamenon Magalhães e foi casada com o ex-ministro Armando Monteiro Filho, que faleceu em 2018. Além de Armando e Eduardo, Do Carmo teve mais três filhos, Lectícia Cavalcanti, Sérgio Monteiro e Horácio Monteiro.


Gostaria de prestar nossa solidariedade a todos os familiares, em nome dos seus filhos Eduardo e Armando Monteiro, e amigos neste momento de dor. Que Deus a guarde e conforte a todos que a amam.